Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 25 Novembro |
São Pedro Yi Ho-Yong
home iconReligião
line break icon

O que significa falar em línguas?

© Iglesia en Valladolid / Flickr / CC

Carismáticos

Veritatis Splendor - publicado em 12/08/15

Uma reflexão interessante sobre este fenômeno tão polêmico na Igreja

Pentecostes de 33 d.C. foi notável data na história humana. Naquele dia, a Igreja cristã foi fundada pelo derramamento do Espírito Santo de Deus sobre cerca de 120 dos discípulos de Jesus reunidos num sobrado de Jerusalém. A Bíblia relata que, em resultado disto, "todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas" (Atos 2, 4).

Este ‘falar em línguas’ não era nenhum derramar de palavreado de pessoas em êxtase religioso. Os estrangeiros presentes compreenderam o que era dito e ficaram assombrados, perguntando: "Como é que ouvimos cada um de nós o seu próprio idioma em que nascemos? . . . nós os ouvimos falar em nossas línguas sobre as coisas magníficas de Deus." — Atos 2, 8, 11.

O apóstolo Pedro, segundo Atos 2, 14-21, explicou que falar em línguas naquela ocasião significava que o Espírito Santo de Deus tinha sido derramado sobre os discípulos cristãos em cumprimento de Joel 2, 28-32.

Milhões de pessoas através da terra hoje afirmam ter a habilidade de falar em línguas que não aprenderam através do estudo. Amiúde isto ocorre em línguas que não podem ser identificadas, exigindo uma "interpretação inspirada" pelo orador ou outrem presente. Mas, às vezes, palavras, frases e até mesmo linguagem extensiva em hebraico, latim, grego, chinês e outras línguas, têm sido proferidas por pessoas normalmente desconhecedoras dessas línguas.

A Igreja Católica ensina que a oração em línguas é um dom do Espírito Santo. Porém, a noção popular da oração em línguas ensinada pelos protestantes pentecostais é falsa. Eles falam balbucios muitas vezes sem sentido e chamam isto de falar em línguas. Isto não é de Deus de acordo com a Bíblia.   

A Igreja Católica entende que falar em língua significa falar uma linguagem humana previamente desconhecida pelo locutor. No primeiro Pentecostes cristão esta verdade foi claramente ilustrada. “E apareceram, distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e pousou uma sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem” (Atos 2, 3-4). Os apóstolos falaram uma linguagem previamente desconhecida para eles. “Quando, pois, se fez ouvir aquela voz, afluiu a multidão, que se possuiu de perplexidade, porquanto cada um os ouvia falar na sua própria língua. E como os ouvimos falar, cada um em nossa própria língua materna?’” (Atos 2, 6.8). Isto é uma clara evidência bíblica que falar em línguas não é do modo balbuciante pentecostal.

Veja, o problema com a idéia pentecostal é que enquanto alguém de certa forma possa fazer um argumento baseado em uma interpretação das Escrituras de que é possível que estas “línguas estranhas” existam, na verdade isto nunca é descrito. A única vez em que nós vemos línguas “em ação” nas Escrituras é quando foram usadas para comunicar àqueles que não poderiam entender o que eles estavam falando se não fosse em seu idioma.

Também nós não vemos nenhuma evidência deste “dom” na Igreja antiga, na Igreja da Idade Média, ou até mesmo na Igreja moderna até o movimento pentecostal ser iniciado na rua Azusa, na Califórnia, em 1906. O movimento carismático se espalhou deste evento propagado por Fletcher, e depois chegou na Universidade de Duquesne em 1967. Assim, está bem claro que a compreensão tradicional do dom é que é ele tinha o propósito de comunicar o Evangelho àqueles que não o conheceram em uma linguagem que eles poderiam entender.

As pessoas que tiveram tais experiências às vezes afirmam que é "a evidência inicial do recebimento do Espírito Santo". Depois disso, afirma-se, alguns cultivam as línguas como "dom", ao passo que outros só têm tal experiência uma vez. Será que falar em línguas realmente significa que se tenha o Espírito Santo de Deus?

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
pildorasdefe.net
Por que você não vai para frente? Talvez este...
Medalha de São Bento
pildorasdefe.net
Oração a São Bento para afastar o mal e pedir...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Reportagem local
Oração para afastar o mal de um recinto
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
FATHER PIO
Maria Paola Daud
Quando Jesus conversou sobre o fim do mundo c...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia