Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 16 Abril |
Santa Maria Bernarda (Bernadete) Soubirous
home iconReligião
line break icon

O que significa falar em línguas?

© Iglesia en Valladolid / Flickr / CC

Carismáticos

Veritatis Splendor - publicado em 12/08/15

Por certo, Jesus Cristo possuía o Espírito de Deus; todavia, não existe indício de que tivesse jamais falado por meio dum dom miraculoso de línguas. (Mat. 3,16; Luc. 4,16-21) E sobre os cristãos do primeiro século, escreveu o apóstolo Paulo: "Será que todos falam em línguas?" (1 Cor. 12,30) Ao invés, o Espírito de Deus dotou-os de "variedades" de poderes miraculosos. (1 Cor. 12, 4.11.13) Quando estabelecia uma lista de "dons espirituais", o apóstolo Paulo colocou as línguas e sua interpretação em último lugar, incentivando os cristãos a ‘persistirem em buscar zelosamente os maiores dons’, especialmente o amor, que Jesus disse seria o verdadeiro sinal identificador de seus seguidores. — 1 Cor. 12.1, 4-10, 29-31; 13,1. 8. 13; João 13,35.

É de interesse, também, que os dons miraculosos do Espírito Santo de Deus não deviam permanecer indefinidamente na Igreja cristã. As Escrituras, em 1 Coríntios 13,8, declaram: "Quer haja dons de profetizar, serão eliminados; quer haja línguas, cessarão." Quando desapareceriam?

Segundo Atos 8,18, o Espírito de Deus, conforme expresso nos dons miraculosos, era dado "pela imposição das mãos dos apóstolos". E, depois de Pentecostes, cada caso registrado de derramamento do Espírito de Deus, acompanhado de dons miraculosos, ocorreu na presença de um ou mais dos apóstolos de Jesus. (Atos 8,9-20; 10,44-46; 19, 6) Evidentemente, a transmissão destes poderes dados por Deus cessou com a morte dos apóstolos; e, quando morreram aqueles que os receberam, tais dons cessaram por completo na Igreja cristã.

Assim, S. João Crisóstomo, que se tornou patriarca religioso de Constantinopla no quarto século, observou que os dons espirituais mencionados em 1 Coríntios, capítulos 12 a 14, "costumavam ocorrer, mas agora não acontecem mais". Por volta desse mesmo tempo, S. Agostinho, que influenciou grandemente os ensinos do ramo ocidental ou latino do cristianismo, disse sobre as línguas e outros dons espirituais: "Estes eram sinais adaptados ao tempo. . . . Isso era feito como símbolo, e passou."

Mas, não tem havido relatórios de se falar em línguas desde os dias dos apóstolos de Jesus Cristo? Não há muitos exemplos disto hoje? Não se deve ser pronto a concluir que o falar em línguas hoje em dia significa um derramamento do Espírito Santo. Por que não? Porque não se assemelha realmente ao do cristianismo do primeiro século. Os cristãos em Pentecostes falavam em línguas sobre "as coisas magníficas de Deus". (Atos 2,11) The Expositor’s Greek Testament aponta que a palavra grega para "coisas magníficas" é usada "não só quanto à Ressurreição do Senhor . . ., mas quanto a tudo que os profetas haviam predito, tudo que Cristo fizera e o Espírito Santo conferira".

Muitos grupos hoje, influenciados pelo "movimento da Rua Azusa", de Los Angeles, em 1906, creem que o que fazem é o mesmo "dom de línguas" do primeiro século. Infelizmente, isto pode ser um equívoco. Incrivelmente, esta influência chegou até mesmo a Igreja Católica, pelo movimento carismático. Inegavelmente que a Renovação Carismática tem feito muito bem a Igreja Católica e seus benefícios e graças são notórios. Mas estamos falando somente na questão do "dom de línguas" e não da RCC em si.

Os adventistas pentecostais crêem que a Bíblia ensina "línguas estranhas". O problema é que esta palavra "estranha" não se encontra em nenhum lugar no texto grego associado a línguas. Por mais explicações racionais que muitos recebem, ainda preferem continuar com o que acham ser o dom de línguas e não o que a Bíblia realmente ensina. Isto é uma pena, ainda mais para quem diz que "a Bíblia é nossa única regra de fé e prática" e "vamos somente pelo que está escrito na Bíblia". Quando isto vai contra certas preconcepções então eles reinterpretam a Bíblia para uma maneira atual e dizer o que creem que ela diz.

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Não desprezem o templo nem posem de católicos avançados, alerta o...
3
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
4
Frei Jorge e o cãozinho frei Carmelito
Francisco Vêneto
Humanizar os animais não é amá-los, pois desrespeita sua natureza...
5
São José e a Sagrada Família
Reportagem local
Oração a São José para nos guiar “no caminho da vida”
6
Aleteia Brasil
Havia um santo a bordo do Titanic?
7
CHORA KOBIETA
Reportagem local
9 armas espirituais para utilizarmos na pandemia
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia