Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 19 Janeiro |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Comandante do Exército americano diz que Iraque deveria ser dividido

<p>O comandante em chefe do Exército americano, general Raymond Odierno, no Pentágono, no dia 31 de março de 2015</p>

AFP - publicado em 13/08/15

Prestes a deixar o posto, o comandante em chefe do Exército, general Raymond Odierno, advertiu nesta quarta-feira que a reconciliação entre xiitas e sunitas no Iraque é cada vez mais difícil e que a divisão do país "poderia ser uma solução".

O general Odierno, que foi comandante no Iraque e será reformado na sexta-feira, depois de usar o uniforme do Exército americano por cerca de 40 anos, disse que por enquanto os Estados Unidos deveriam se concentrar em derrotar o grupo jihadista Estado Islâmico, que se apossou de grandes extensões de território iraquiano.

Durante coletiva de imprensa de despedida, Odierno mostrou-se pessimista a respeito do conflito entre xiitas e sunitas, que levou estas duas comunidades iraquianas à beira da guerra civil em 2006. Além disso, a comunidade curda iraquiana habita o nordeste do país e seus grupos militantes também combatem o EI.

Perguntado sobre a possibilidade de uma reconciliação entre estas duas comunidades, o militar disse que "cada dia mais se torna mais difícil".

Sobre a eventual divisão do país, afirmou: "poderia ser a única solução, mas não estou preparado oara decidir ainda".

Enquanto isso, acrescentou, "primeiro temos que enfrentar o ISIL (sigla em inglês para EI, Estado Islâmico) e ver o que acontece depois".

Odierno foi comandante militar no Iraque entre 2008 e 2010. Em certo momento, defendeu que uma força residual do exército americano permanecesse no país, mas os governos dos Estados Unidos e do Iraque foram incapazes de chegar a um acordo que permitisse ao contingente permanecer no terreno.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia