Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 05 Dezembro |
São Saba
home iconAtualidade
line break icon

Embaixada americana é reaberta em Cuba

<p>A bandeira dos Estados Unidos voltou nesta sexta-feira a tremular em Cuba, depois de 54 anos, após ser hasteada em sua embaixada no Malecón de Havana, em uma cerimônia liderada pelo secretário de Estado americano, John Kerry</p>

AFP - publicado em 14/08/15

A bandeira dos Estados Unidos voltou nesta sexta-feira a tremular em Cuba, depois de 54 anos, após ser hasteada em sua embaixada no Malecón de Havana, em uma cerimônia liderada pelo secretário de Estado americano, John Kerry.

Com isso, a embaixada americana foi reaberta na capital cubana.

Três militares que arriaram a bandeira em 1961, quando os dois países romperam laços diplomáticos, a entregaram a três marines que a hastearam, enquanto uma banda do Exército americano interpretava o hino nacional do país.

Em seu discurso, lido anteriormente, Kerry pediu uma democracia verdadeira em Cuba.

"Estamos convencidos de que os cubanos ficarão melhor com uma democracia verdadeira, na qual as pessoas são livres para eleger seus líderes com compromisso, justiça econômica e social", declarou.

Kerry também mencionou o embargo contra a ilha.

"O embargo sempre foi uma via de mão dupla. As duas partes têm de retirar os obstáculos que mantiveram afastados os cubanos", enfatizou.

Antes, a bordo do avião que o levou à ilha, no início de uma histórica visita a Cuba, Kerry afirmou que "haverá contratempos pelo caminho", mas destacou que o restabelecimento das relações com a ilha "é o começo de uma nova era".

A reabertura da embaixada americana em Havana, que completa a aproximação entre os dois países, abre as portas para uma nova era de negociações, cordiais e duras ao mesmo tempo.

O avião de Kerry, primeiro chefe da diplomacia dos Estados Unidos a visitar a ilha desde 1945, pousou no aeroporto José Martí de Havana às 9H00 locais (10h00 de Brasília), o início de uma visita de menos de 12 horas à capital cubana.

Kerry foi recebido ao desembarcar pela subdiretora de protocolo da chancelaria cubana, Margarita González.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
HUG
Dolors Massot
Médico abraça paciente com Covid-19 que chora...
PADRE NO ALTAR DA MISSA
Reportagem local
Missa de Crisma é interrompida por policiais ...
Missa de Crisma
Reportagem local
Arcebispo detona interrupção de Missa: "Ocorr...
BOKO HARAM NIGÉRIA
Francisco Vêneto
Terroristas islâmicos degolam mais de 100 pes...
Bispo brasileiro Dom Antônio Carlos Rossi Keller
Reportagem local
Mais um bispo brasileiro detona: "Autoridades...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia