Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 09 Maio |
home iconAtualidade
line break icon

Papa autoriza padres a perdoar católicas arrependidas por fazer aborto

©ServizioFotograficoOR-CPP

AFP - publicado em 02/09/15

"O perdão de Deus não pode ser negado a qualquer um que tenha se arrependido", afirmou Francisco

O papa Francisco anunciou nesta terça-feira que os padres de todo o mundo poderão conceder durante o ano do Jubileu o perdão às mulheres que abortaram e às pessoas que os realizaram e pediu uma anistia para os detidos, o que gerou reações.

O anúncio foi feito por meio de uma carta ao presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, na qual autoriza todos os padres durante o ano do Jubileu, que começa em dezembro, a absolver as mulheres que se arrependeram do aborto.

“Conheço bem as condições que conduziram (as mulheres) a esta decisão. Sei que é um drama existencial e moral. Encontrei muitas mulheres que levavam em seu coração uma cicatriz por esta escolha sofrida e dolorosa”, escreveu o Papa que nasceu na América Latina, onde o aborto é ilegal em muitos países.

“Alguns vivem o drama do aborto com uma consciência superficial, quase sem perceber o gravíssimo mal que comporta um ato deste tipo. Muitos outros, porém, inclusive vivendo este momento como uma derrota, consideram não ter outro caminho por onde ir”, completa.

O Papa considera o aborto um pecado, um drama injusto e ao mesmo tempo uma derrota, escreveu.

“O perdão de Deus não pode ser negado a qualquer um que tenha se arrependido”, ressalta o pontífice ao anunciar a medida excepcional.

“Eu decidi conceder a todos os padres para o Ano Jubilar (8 de dezembro de 2015 a 1 de setembro de 2016), apesar de qualquer questão contrária, a faculdade de absolver do pecado do aborto aqueles que o tenham praticado e arrependidos de coração pedem por isto o perdão”, escreveu Francisco.

“Os padres devem se preparar para esta grande tarefa, sabendo conjugar palavras de genuína acolhida com uma reflexão que ajude a compreender o pecado cometido, e indicar um caminho de conversão verdadeira”, explica.

Segundo as normas da Igreja, os bispos são os responsáveis por conceder o perdão de acordo com o caso.

O direito canônico considera o aborto uma falta particularmente grave que implica a excomunhão automática, exceto se a pessoa for forçada a fazê-lo.

Anistia para os detidos

Na carta, o pontífice explica ainda que o Jubileu deve ser entendido como uma “grande anistia” para os presos.

“O Jubileu sempre foi a ocasião de uma grande anistia, destinada a tornar partícipes muitas pessoas que, ainda que merecessem uma pena, tomaram consciência da injustiça cometida e desejam sinceramente se integrar novamente na sociedade dando sua contribuição honesta”, disse.

Um apelo que também foi feito por João Paulo II durante o Jubileu do ano 2000, ao pedir medidas de clemência para os presos em todo o mundo.

O líder do Partido Radical italiano, Marco Pannella, que há décadas denuncia a situação da superlotação das prisões italianas, agradeceu ao pontífice por seu pedido.

“Obrigado, admiro sua coragem, representa uma voz de esperança”, disse.

Indulgência para doentes, idosos e presos

Além da anistia, os detidos poderão obter a indulgência “nas capelas das prisões porque a misericórdia de Deus, capaz de converter os corações, é também capaz de converter as grades em experiência de liberdade”, ressaltou com seu eficaz estilo de escrita.

Os idosos, as pessoas sozinhas, os que não podem sair de suas casas também poderão receber a indulgência “através dos diversos meios de comunicação”, ou seja, televisão, rádio, internet, etc.

Francisco envia na carta uma mensagem de reconciliação aos ultraconservadores do movimento lefebvrista da Fraternidade São Pio X, excomungados há três décadas por João Paulo II.

Ele afirma aos católicos que frequentam as igrejas nas quais os padres da Fraternidade de São Pio X celebram missas que “ninguém” está excluído.

“Por uma disposição minha estabeleço que os que durante o Ano Santo da Misericórdia se aproximarem dos sacerdotes da Fraternidade São Pio X para celebrar o Sacramento da Reconciliação receberão válida e licitamente a absolvição de seus pecados”, anunciou.

Tags:
AbortoPapa FranciscoPerdão
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Bebê anjo
Reportagem local
“Tchau, papai”: as últimas palavras que Maurício ouvi...
2
Sangue de São Januário ou San Gennaro
Francisco Vêneto
Milagre do sangue de São Januário volta a ocorrer em Nápoles
3
Monsenhor Jonas Abib, fundador da Canção Nova
Reportagem local
Fundador da Canção Nova, monsenhor Jonas Abib é diagnosticado com...
4
ARGENTINA
Esteban Pittaro
Polícia interrompe missa de Primeira Comunhão ao ar livre
5
CANDLELIGHT PROCESSION AND ROSARY
Elizabeth Zuranski
A oração escondida no fim da Ave-Maria
6
ELDERLY,WOMAN,ALONE
Aleteia Brasil
O pe. Zezinho e a mãe que espera há 30 anos, sem sucesso, pelo pe...
7
Sangue de São Januário ou San Gennaro
J-P Mauro
Vídeo mostra a última liquefação do sangue de São Januário
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia