Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Quando tudo dizia não, ela disse sim

Manolo Studios
Compartilhar

Médicos indicam aborto à modelo depois de perder 95% da mandíbula para câncer. Veja o que ela fez.

A gravidez é um momento mágico e especial para a maioria das mulheres. Desde criança, a mulher já sonha com a maternidade, o cuidar e amar um bebê.

Quando cresce e chega esse momento, não há melhor sensação do que a certeza de estar carregando um bebê e sentir que está gerando uma vida, é simplesmente fantástico.

Mas imagine em meio a tanta alegria, um diagnóstico fatal acabar com as esperanças de seguir em frente com esse sonho.

1
Manolo Studios

Estar grávida e descobrir que terá que lutar contra um câncer? Com certeza essa não é uma boa notícia, mas a jovem Elizaveta Bulokhova aceitou esse desafio, com uma coragem surpreendente.

Com 24 anos, a modelo canadense de ascendência Letão, estava cheia de vida e curtindo a ideia de ser mãe, mas não esperava que poucos meses depois de descobrir sua gravidez, teria o difícil diagnóstico de um câncer de mandíbula.

2
Manolo Studios

Os médicos deram grandes chances de cura mas apesar do prognóstico bom, tudo daria certo se ela começasse o quanto antes o tratamento… e isso significava desistir da tão desejada gravidez.

4
Manolo Studios

 

Quando tudo dizia não, ela disse sim para vida

Diante daquela situação, Elizaveta não conseguia parar de pensar que iria ter que abortar seu bebê tão esperado “Eu já sentia ele se mover dentro do meu ventre e eu falava com ele, já o amava tanto!”.

7
Manolo Studios

Mas em meio aquela situação, ela tomou uma decisão difícil, arriscada mas por amor “Disse a ele que parasse de se mexer, pois eu não poderia continuar a gravidez e ele simplesmente parou! Mas foi aí que percebi e decidi que não poderia desistir do meu filho, e se eu estava carregando, ele iria nascer e não morrer”.

5
Manolo Studios

Apesar dos riscos dessa decisão, Elizaveta conseguiu manter a gravidez até o oitavo mês e passou por uma cesariana, dando a luz a Valentin dez semanas antes do normal. O bebê nasceu bonito, forte e saudável.

Depois do nascimento de Valentin, Elizaveta começou o tratamento, fazendo uma cirurgia que retirou 95% de sua mandíbula e passou por sessões de quimioterapia. No momento ela está em fase de recuperação e tem grandes chances de uma cura completa.

3
Manolo Studios

Ela tem participado de algumas entrevistas e fez recentemente um ensaio fotográfico para uma revista contando sua história e apoiando pesquisas contra o câncer, incentivando e conscientizando as pessoas a cuidar melhor da saúde.

8
Manolo Studios

Impactante esta história não acha? Conhece ou já passou por algo parecido?

Elizaveta é a prova que o amor nos ajuda a superar qualquer barreira, nos dá forças para vencer doenças cruéis como o câncer e que mesmo incapacitante e mortal, não conseguiu destruir o amor de uma mãe por seu filho.

6
Manolo Studios

(Awebic)

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.