Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 22 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Cultura e preservação histórica e religiosa: as Jornadas Europeias do Patrimônio

basilique-de-saint-julien.jpg

Aleteia Brasil - publicado em 18/09/15

O tema da 32ª edição do evento, nestes dias 19 e 20 de setembro, é "O patrimônio do século XXI, uma história de futuro"

Destacar o patrimônio cultural “em construção” é a corajosa proposta do Ministério francês da Cultura: “Ao descobrir a arquitetura de hoje, visitamos o patrimônio de amanhã”. E, felizmente para os edifícios religiosos, a criação contemporânea não é a única a ser valorizada: as restaurações de monumentos antigos realizadas no século XXI também fazem parte dessa “história do futuro”.

A ampliação da catedral de Créteil, na França, é um bom exemplo. Com a criação de um casco de madeira de 25 metros de altura, a catedral, que mantém a sua planta original, pode agora não só acomodar o dobro de fiéis, mas também participar pela primeira vez das Jornadas do Patrimônio. Além disso, a cripta da Basílica de Notre-Dame de Boulogne-sur-Mer, em Pas-de-Calais, está de novo aberta ao público após cinco anos de trabalhos. Criada no século XIX em torno às ruínas de uma cripta românica, ela figura entre as maiores da França.

Qual é o futuro do patrimônio cultural religioso na Europa?

A preservação e conservação do patrimônio religioso, na Europa, é um desafio considerável para o futuro: milhares de monumentos correm o risco de desaparecer dentro de 20 anos, de acordo com o Observatório do Patrimônio Religioso. Ao serem classificados como “monumentos históricos”, porém, eles passam a contar com mais proteção.

Sob o termo “patrimônio do século XXI”, o Ministério francês da Cultura elenca os bens classificados ao longo dos últimos 15 anos. O patrimônio religioso, na França, é representado, por exemplo, pela igreja de Santa Maria de Anglet, na Aquitânia, construída em 1930 e classificada no ano passado; a abadia de Corbigny, na Borgonha, monumento do século XVIII classificada em 2001 e recentemente restaurada; e pela igreja de Saint-Chrysole, em Comines dans le Nord, um símbolo da reconstrução do pós-guerra.

As Jornadas Europeias do Patrimônio são essencialmente uma oportunidade de se descobrir a diversidade da herança cultural do Velho Continente: 17.000 lugares são abertos ao público, tornando o evento cultural imperdível!

Fica a dica para o Brasil, cujas igrejas e mosteiros antigos, além de outros monumentos históricos civis de grande relevância e beleza, não estão propriamente nas melhores condições.

Tags:
Arte
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia