Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 22 Outubro |
Aleteia logo
home iconReligião
line break icon

Papa em Cuba: servir, rejeitando ideologias

Agências de Notícias - publicado em 20/09/15

"Há um 'serviço' que serve, mas devemos ter cuidado com o outro serviço, a tentação do 'serviço' que 'se' serve", disse Francisco

Os cristãos cubanos devem “servir” aos mais frágeis na sociedade e “não servir-se”, afirmou neste domingo (20) o papa Francisco, que defendeu a rejeição de qualquer “ideologia” no serviço aos demais, ante uma multidão reunida na Praça da Revolução de Havana.

Em sua homilia durante uma missa campal solene na praça, o momento mais importante de sua visita de três dias a Cuba, o papa argentino não abordou diretamente a situação política na ilha, nem as relações com os Estados Unidos.

“O serviço sempre observa o rosto do irmão, toca sua carne, sente sua proximidade a em alguns momentos até a ‘padece’ e busca sua promoção”, expressou o papa.

No entanto, alertou que “há um ‘serviço’ que serve, mas devemos ter cuidado com o outro serviço, a tentação do ‘serviço’ que ‘se’ serve. Há uma força de exercer o serviço que tem como interesse o beneficiar aos ‘meus’, em nome do ‘nosso'”.

O pontífice advertiu contra a ambição pessoal e o individualismo em uma época de transição econômica e política: “o cristão é convidado sempre a deixar de lado suas buscas, afãs, desejos de onipotência ante o olhar concreto aos mais frágeis”.

Por meio das tarefas a assumir como “cidadão”, “servir significa, em grande parte, cuidar da fragilidade. Cuidar dos frágeis de nossas famílias, de nossa sociedade, de nosso povo”, disse.

“Ser cristão implica servir a dignidade de seus irmãos, lutar pela dignidade de seus irmãos e viver para a dignidade de seus irmãos”, completou, repetindo três vezes a palavra “dignidade”.

Francisco também prestou homenagem a “um povo que tem gosto pela festa, pela amizade, pelas coisas belas”.

“É um povo que tem feridas, como todo povo, mas que sabe estar com os braços abertos, que marcha com esperança, porque sua vocação é de grandeza”, disse o papa.

(Com AFP)

Tags:
Papa
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
2
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
3
Casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos
Francisco Vêneto
Jovem casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos: “cada um vale ...
4
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
5
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
6
São José
Francisco Vêneto
Padre irmão de piloto de avião partido em dois: “São José tem mui...
7
morning
Philip Kosloski
Uma oração da manhã fácil de memorizar
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia