Aleteia
Sábado 24 Outubro |
São Maglório
Religião

Edith Stein, Albert Einstein, Frederic Chopin, Robert Capa: eles podiam ter sido Aylan

Aleteia Brasil - publicado em 22/09/15

Eles também foram refugiados. Mas eles foram acolhidos.

Segundo informações da ACNUR (2014), existem mais de 51 milhões de refugiados espalhados pelo mundo, número que supera a quantidade de refugiados provocada pela II Guerra Mundial, a maior catástrofe bélica de todos os tempos.

Diversos setores da sociedade europeia temem a (real) possibilidade de que, entre os refugiados, haja fanáticos jihadistas do Estado Islâmico infiltrados como “cavalos de Troia”. O risco, obviamente, existe e ninguém o nega.

No entanto, a história nos recorda que esses fluxos migratórios forçados trazem mais bem do que mal para as sociedades receptivas: não são poucos os países que experimentaram notório progresso justamente por causa de grandes ondas migratórias, nem poucos os personagens ilustres da história que foram não apenas migrantes, mas, especificamente, refugiados.

Edith Stein (Santa Teresa Benedita da Cruz)

Filha de uma família judaica praticante, ela foi vítima da barbárie nazista, se converteu ao catolicismo e, com o recrudescimento da perseguição antissemita, precisou ser transferida do carmelo de Colônia, na Alemanha, para o de Echt, na Holanda, transformando-se assim em refugiada.

Cruzou a fronteira acompanhada por um amigo médico. Depois da ocupação alemã, foi presa e levada para diversos campos de concentração, até acabar assassinada no de Auschwitz.

Escreveu vários textos sobre a sua condição de refugiada e sobre a barbárie nazista. Pouco antes de ser presa pela Gestapo, compôs seu testamento espiritual, oferecendo a sua morte como testemunho de salvação não só para o povo judeu, mas para todos os homens e pela paz verdadeira.

Frederic Chopin

Filho de pai francês emigrado para a Polônia, teve que voltar à França exilado devido ao fracasso da revolução polonesa de 1830 contra o domínio russo.

Foi na França que ele obteve renome como pianista e compositor. Viveu de cabeça erguida a condição de refugiado e não deixou de sonhar com a liberdade da Polônia, chegando a compor mazurcas, noturnos e polonesas para sensibilizar as pessoas sobre o conflito naquele país.

Albert Einstein

É um dos refugiados mais célebres de todos os tempos. Físico alemão de origem judaica, ele se nacionalizou suíço e norte-americano depois de ter de abandonar a Alemanha, em 1932, por causa da perseguição antissemita.

Além da ciência, Einstein se dedicou a promover a paz. Escreveu sobre o federalismo, o internacionalismo, a liberdade individual e a liberdade de expressão.

Robert Capa

Grande fotógrafo da guerra, foi exilado primeiro da Hungria e depois da Alemanha, quando Hitler chegou ao poder. Suas imagens retrataram os horrores da guerra civil espanhola, da segunda guerra sino-japonesa, da II Guerra Mundial, da guerra árabe-israelense de 1948 e da primeira guerra da Indochina, o que o transformou em ícone da luta pela dignidade humana. Sua condição de refugiado e apátrida o tornou especialmente sensível às guerras do século XX.

Ser refugiado não é sinônimo apenas de medo e perigo; pode significar, também, oportunidade e progresso – para o próprio refugiado e para o mundo que o resgata da barbárie e da morte.

Nós falhamos com Aylan. E, ao continuar falhando com milhares de outros IRMÃOS, falhamos com nós próprios como humanidade.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CiênciaMigrantesRefugiados
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Papa Pedro João Paulo II Bento XVI Francisco
Reportagem local
Pedro, João Paulo, Bento e Francisco: 4 Papas...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia