Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 18 Setembro |
São José de Cupertino
home iconAtualidade
line break icon

Argentina: sob o silêncio da mídia e das autoridades, feministas voltam a atacar catedral após encontro de mulheres

Esteban Pittaro - publicado em 14/10/15

Vandalismo e violência se tornaram tradicionais no encerramento do Encontro Nacional de Mulheres

Embora o planejamento oficial evitasse a catedral de Mar del Plata, na Argentina, uma parte das participantes de uma marcha do Encontro Nacional de Mulheres se separou do grupo e atacou a igreja. Não há Encontro Nacional de Mulheres, na Argentina, que não inclua este escandaloso episódio.

Cinco mil mulheres saíram da rota da marcha e se dirigiram à catedral para expressar com cantos e violência o seu ódio à Igreja. Entre outros motivos, por causa da oposição católica ao aborto.

Assim como em ocasiões anteriores, um grupo de pessoas estava no átrio da catedral rezando e tentando impedir, com uma grade de ferro, a violência contra o local sagrado. Ameaçadoras, as manifestantes conseguiram retirar a grade e só retrocederam diante da ação da polícia, que evitou a entrada das vândalas no templo.

As manifestações de ódio incluíram cantos que chamavam a Igreja de “lixo” e “ditadura”, entre outros insultos, além de pedradas, garrafadas e até lançamento de excrementos, tanto contra outros manifestantes quanto contra a polícia.

Durante semanas, toda a diocese rezou para que o encontro acontecesse em clima de paz. No entanto, a violência voltou a manchar o encerramento do evento. Diferentemente de outros anos, a polícia desta vez agiu e evitou que a violência se estendesse. Em San Juan, dois anos atrás, algumas feministas radicais pintaram com aerossol os jovens que as impediam de invadir a catedral, sem que nenhuma autoridade os defendesse.

É muito chamativo que as atenções da mídia argentina tenham se voltado não para as agressões contra a Igreja, e sim para identidade dos que defendiam a catedral, tachando-os de “neonazistas” e de “ultradireitistas” e deixando passar em brancas nuvens a explícita vontade das manifestantes de queimar o templo.

Teoricamente, o Encontro Nacional de Mulheres é uma oportunidade para que as cidadãs de toda a Argentina abordem temáticas que compartilham e debatam inclusive as soluções que não compartilham. Na prática, para algumas, o evento se transformou na oportunidade de renovar de maneira violenta a sua aversão à Igreja, sob a passividade de governo e meios de comunicação. Os mesmos meios de comunicação que, incoerentemente, se derramam em elogios aos apelos do papa Francisco pela paz.

Tags:
feminismointolerancia

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
BEATRIZ
Reportagem local
Mistério do sumiço de uma mulher em Aparecida já dura 9 anos
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
Orfa Astorga
Os erros mais comuns das sogras
4
Papa Francisco pede homilias mais curtas
Francisco Vêneto
Papa Francisco pede aos padres: façam homilias mais curtas
5
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa reafirma: casamento sacramental é só entre homem e mulher
6
Berthe and Marcel
Lauriane Vofo Kana
O segredo do casal que tem a união mais longa da França
7
tentativa suicídio depoimento
Reportagem local
EM IMAGENS: A cara da depressão profunda e do suicídio é não ter ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia