Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 10 Abril |
São Miguel de los Santos
home iconAtualidade
line break icon

Tatuar-se: por quê?

Blog de Francesco Occhetta - publicado em 16/10/15

O fenômeno é cada vez mais comum na cultura contemporânea. Mas o que ele simboliza?

A tatuagem se tornou comum nas sociedades ocidentais. Parece paradoxal, mas é precisamente em tempos de comportamentos fugazes e ideais inconstantes que a tatuagem se destaca como um sinal de “identidade” e um símbolo do “para sempre”.

A tatuagem muda o nosso olhar sobre o corpo: se contemplamos o Davi de Michelangelo ou qualquer outra representação clássica de corpo a partir da harmonia do conjunto, na tatuagem olhamos para a particularidade e nela intuímos o conjunto.

Significados

Cada desenho traz consigo um significado, como as andorinhas e o desejo de escapar, ou os motivos marinhos e sua relação com o medo da morte ao longo da navegação… Há caveiras, demônios e símbolos ligados ao lado escuro da existência, ou cobras, panteras e leões que remetem à transgressão e à força, ou borboletas, flores de lótus e pavões que dão ênfase à interação entre as cores. Há tatuagens que evocam o imaginário exótico: samurais, gueixas, monstros mitológicos… Há grupos que usam as tatuagens como marcas da sua identidade social.

Alguns números

Estima-se que 3,3% das pessoas tatuadas tenham tido complicações, reações alérgicas ou infecções, mas este número parece subestimado. 17% dos tatuados declaram ter-se arrependido e 4% procuraram formas de apagar tatuagens.

Ministérios da Saúde, como o italiano, proibiram alguns pigmentos sintéticos (em especial o preto e o vermelho) por causa do seu risco de contaminação; as cores naturais, por outro lado, têm uma ação autoesterilizadora. 18% das substâncias utilizadas para tatuar a pele estão contaminadas com microorganismos ou fungos.

Algumas perguntas

Será que a evolução da tatuagem nos últimos anos conta histórias de uma nova liberdade antropológica, entrelaçado vida pessoal e social? Quais são as consequências pessoais e sociais do “consumo” de tatuagens? Esta prática pode ser uma “nova emancipação”, em que a carne nua relata novas batalhas da existência? A pele se torna o quadro-negro de um mal-estar espiritual indelével? Tenta-se mudar o corpo porque não se consegue mudar o entorno?

São perguntas instigantes para quem quer conhecer melhor a alma da cultura contemporânea e a sua busca de sentido.

Tags:
ArteMulherSentido da vida
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Jim Caviezel
J-P Mauro
Jim Caviezel fez o que pode ser considerado um dos maiores discur...
2
ALTAR BOY,
Un cammino chiamato famiglia
Coroinha desmaia durante Via Sacra, mas a cru...
3
Padre Gilvan Manuel da Silva perde pais e irmãos para covid-19
Reportagem local
Padre perde pais e irmãos para covid-19 e afirma: “Continua...
4
Reportagem local
Santo Sudário, novo estudo: “Não é imagem de morto, mas de ...
5
PRINCE PHILIP
Cerith Gardiner
11 fatos interessantes sobre o falecido príncipe Philip
6
FRANCISCO AND JACINTA MARTO
Tom Hoopes
As lições dos pastorinhos de Fátima aplicadas ao coronavírus
7
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
10 coisas sobre São José que você precisa saber
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia