Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Receba o nosso boletim

Por favor, ajude-nos a manter este importante serviço. APOIE AGORA
Aleteia

Já não sou mais virgem. Então por que preciso esperar até o casamento?

Jonathan Emmanuel Flores Tarello-CC
Compartilhar

Será que é tarde demais para você? Descubra aqui

Crystalina Evert, autora do “Feminilidad Pura”, não teme falar da sua experiência para ajudar outras jovens a recuperar sua pureza e trilhar o caminho do amor puro:

Nunca esquecerei o dia em que ele se afastou de mim pela última vez. Eu só pensava: “Ele está indo embora com algo que nunca lhe pertenceu e que eu nunca recuperarei”.

Eu tinha 15 anos e sabia com todo o meu coração que isso era amor. Ele me disse que, se o amava, precisava demonstrar. E eu demonstrei. Mas, algum tempo depois, ele já não quis mais ficar tanto comigo, só passava o tempo com o meu corpo.

Depois disso, comecei a pensar: “Bem, se não sou mais virgem, que sentido tem ficar esperando até o casamento? Para mim, já é tarde demais”. Depois disso, enquanto eu tentava encontrar o amor perfeito, uma relação vazia levava a outra.

Toda mulher anseia pelo amor, mas muitas de nós saímos feridas e renunciamos ao verdadeiro amor. Começamos a achar que o amor não existe e que não o merecemos. Mas isso não é verdade.

Essa vontade de amar existe porque foi Deus quem a colocou em nós. Você foi feita para amar, Ele quer que você seja amada e Ele lhe ensinará o caminho que conduz ao amor, se você permitir.

Mesmo que você já não seja mais virgem, não é tarde demais!

Depois de vários relacionamentos, cansei de fugir da realidade e de me esconder da verdade. Cansei de nunca estar em paz.

Dizem que, quando uma ovelha se afasta constantemente da segurança do rebanho e fica em perigo, o pastor quebra as pernas dela e a carrega sobre seus ombros, cuidando pessoalmente dela. Quando seus ossos se recuperam e ela volta a caminhar, já sabe amar e confiar tanto no seu pastor, que nunca mais se afasta do seu lado.

Eu me sentia tão quebrada como essa ovelha, pelas tentativas de escapar de Deus, em busca do amor que só Ele podia me dar. Pelo meu próprio bem, Ele permitiu que eu chegasse ao fundo do poço. Suas palavras, “Sem mim não podeis fazer nada” (Jo 15, 5), nunca foram tão claras para mim.

Antes eu achava que sem um cara eu não podia fazer nada. Mas percebi que o amor de nenhum homem pode substituir a segurança de conhecer o amor de Deus.

Eu vivia repetindo que “já era muito tarde para mim”, mas percebi que isso era uma fuga, uma desculpa para evitar a desafiadora tarefa de restaurar meu próprio respeito. Minha preguiça e orgulho eram meus obstáculos.

Isso também me demonstrava que eu não havia perdoado a mim mesma. Mas todo mundo tem coisas de que não gosta em seu passado, que gostaria de apagar. As pessoas que vivem vidas grandiosas são aquelas que aprendem com seus erros, ao invés de repeti-los e deixar-se vencer por eles.

Então, tenha mais confiança em você mesma, e um pouco de fé em Deus. Os arrependimentos do seu passado podem parecer gigantes, mas o amor de Deus é maior.

Milhões de leitores em todo o mundo – incluindo milhares do Oriente Médio – contam com a Aleteia para se informar, buscar inspiração e conteúdos cristãos. Por favor, considere a possibilidade de ajudar a Edição em Árabe com um pequeno donativo.