Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 19 Maio |
Bem-aventurada Blandina Merten
home iconReligião
line break icon

Como o Matrimônio é um sacramento, se ele já existia antes de Cristo?

Louise ALLAVOINE/CIRIC

<span class="standardtextlabel">Titre:</span> <span class="standardtextnolink">Illustration Mariage</span> <table border="0" cellpadding="2" cellspacing="0" width="100%"> <tbody> <tr> <td valign="top"><span class="standardtextlabel">Date de cr&eacute;ation:</span> <span class="standardtextnolink">28/08/2012</span></td> </tr> </tbody> </table> <table border="0" cellpadding="2" cellspacing="0" width="100%"> <tbody> <tr> <td valign="top"><span class="standardtextlabel">L&eacute;gende:</span> <span class="standardtextnolink">Juillet 2012 : Messe lors d&#039;un mariage catholique, dans le centre de la France.<br /> <br /> <br /> July 2012 : catholic wedding in France.</span></td> </tr> </tbody> </table> <table border="0" cellpadding="2" cellspacing="0" width="100%"> <tbody> <tr> <td valign="top"><span class="standardtextlabel">R&eacute;f&eacute;rence:</span> <span class="standardtextnolink">213283</span></td> </tr> </tbody> </table> <table border="0" cellpadding="2" cellspacing="0" width="100%"> <tbody> <tr> <td valign="top"><span class="standardtextlabel">Sous-titre:</span> <span class="standardtextnolink">2012_mariage_ciric_allavoine_02</span></td> </tr> </tbody> </table> <table border="0" cellpadding="2" cellspacing="0" width="100%"> <tbody> <tr> <td valign="top"><span class="standardtextlabel">Stock:</span> <span class="standardtextnolink">Ciric International</span></td> </tr> </tbody> </table> <table border="0" cellpadding="2" cellspacing="0" width="100%"> <tbody> <tr> <td valign="top"><span class="standardtextlabel">Voir le reportage:</span> <span class="standardtextnolink"><a class="standardtext">Illustration Mariage</a></span></td> </tr> </tbody> </table> <span class="standardtextlabel">Signature:</span> <span class="standardtextnolink"><a class="standardtext">Louise ALLAVOINE/CIRIC</a></span>

Padre Paulo Ricardo - publicado em 21/10/15

Esta pergunta, que pode parecer ociosa, está no coração de um debate que remonta à própria Reforma Protestante

Se o Matrimônio já existia antes de Nosso Senhor, como é possível que ele seja um sacramento? Esta pergunta, que pode parecer ociosa, está no coração de um debate que remonta à própria Reforma Protestante. Reunidos na dieta de Augsburgo, os luteranos, alegando que, como “o matrimônio não foi originalmente instituído no Novo Testamento, mas no início, imediatamente na criação da raça humana”, e como “tem promessas, não tanto vinculadas ao Novo Testamento, mas à vida corporal” [1], não poderia ser considerado um verdadeiro sacramento.

Nós, católicos, ao contrário, cremos firmemente que “a aliança matrimonial, (…) ordenada por sua índole natural ao bem dos cônjuges e à geração e educação da prole, (…) foi elevada, entre os batizados, à dignidade de sacramento por Cristo Senhor” [2]. Isto é, o pacto natural existente entre o homem e a mulher, com vista à realização pessoal de ambos, por meio de uma vida virtuosa, foi de algum modo perturbado pelo drama do pecado original: injustiças, ciúmes e outras doenças afetivas começaram a fazer parte do convívio entre os dois. Nosso Senhor, então, veio redimir a realidade conjugal, transformando o homem em um ser capaz não só de virtude, mas também de santidade.

É possível dizer, então, que o problema dos protestantes com o Sacramento do Matrimônio está ligado à sua doutrina herética sobre a justificação. Para a visão religiosa protestante, a santidade não é possível: o ser humano entra no Céu como um pecador disfarçado, coberto pelo sangue de Cristo, mas, ainda assim, cheio de pecados. Nós, católicos, por outro lado, cremos firmemente que a graça de Deus pode fecundar o agir humano, tornando-nos capazes de realizar atos verdadeiramente sobrenaturais, a fim de chegarmos à união com Ele já nesta vida.

Isso interfere profundamente na realidade do Matrimônio. Afinal, é o próprio Espírito Santo quem compara a aliança matrimonial à união de Cristo e da Igreja, por meio da pena de São Paulo, Apóstolo: “τὸ μυστήριον τοῦτο μέγα ἐστίν, ἐγὼ δὲ λέγω εἰς Χριστὸν καὶ εἰς τὴν ἐκκλησίαν – Este mistério é grande: eu digo isto com relação a Cristo e à Igreja” [3]. Então, entre os casais batizados, é firmada uma aliança que significa a própria entrega de Nosso Senhor por Sua Igreja.

Mas, como ensina o Catecismo, “os sacramentos são sinais eficazes da graça” [4]. Quando opera, então, a graça do Matrimônio? A partir do momento em que os cônjuges começam a submeter-se um ao outro por amor a Cristo. Eles tornam-se aptos não só a viver a virtude, cumprindo o Decálogo, mas a viver a santidade, amando de verdade a Deus, com amor sobrenatural. Buscando sustento n’Ele e aproximando-se um do outro como se aproximam do Santíssimo Sacramento, os dois ganham forças para viver o casamento como meio de santificação, criando e educando seus filhos, resistindo às tentações da carne e vivendo a fidelidade conjugal.

Por isso, o Sacramento do Matrimônio é uma realidade da Nova Aliança. Se o pecado original manchou a relação entre o homem e a mulher, a graça de Nosso Senhor a torna límpida e resplandecente aos olhos dos homens.

Referências

  1. Philipp Melanchthon, Apologia da Confissão de Augsburgo, VII, XIII, 14
  2. Catecismo da Igreja Católica, 1601
  3. Ef 5, 32
  4. Catecismo da Igreja Católica, 1131

(Pe. Paulo Ricardo)

Tags:
AmorCasamentoHistóriaSacramentos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
POPE AUDIENCE JUNE 26; 2019
Philip Kosloski
Quanto é o salário de um papa?
2
Lucía Chamat
A curiosa foto de “Jesus” que está comovendo a Colômb...
3
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados “sinais do céu”?
4
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
5
São Francisco Marto
Reportagem local
A oração favorita do pequeno grande São Francisco Marto, vidente ...
6
AVA MARIA
J-P Mauro
O pai que roubou a cena cantando a Ave-Maria de improviso na Disn...
7
Milagre eucarístico de Lanciano
Reportagem local
Os milagres e a ciência confirmaram juntos o tipo sanguíneo de Je...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia