Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 20 Outubro |
São Cornélio
Aleteia logo
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

Agora é minha vez: vou me confessar depois de 40 anos

Alfa y Omega - publicado em 08/12/15

A emocionante história de conversão de um mendigo, contada pelo seu pároco

O ambiente familiar é algo de que cuidamos muito no refeitório social São José, em nossa paróquia. Desde que as pessoas entram para almoçar, percebe-se que se sentem em casa, e há algo especial que faz que todas se sintam cômodas.

Foi isso que o Miguel me disse quando começou a vir almoçar diariamente. Ele morava sozinho em um quarto e não tinha amigos nem família. Esteve preso durante 13 anos, e isso acabou rompendo com seu passado. Ninguém queria saber nada dele.

As pessoas do refeitório se tornaram sua família. Ele não vinha somente para almoçar, mas se oferecia para varrer, tirar o lixo e realizar muitas outras tarefas. Nós o nomeamos encarregado dos enfeites do refeitório e ele ficou feliz, pois se sentia importante. Todos nós o conhecíamos e nos preocupávamos com ele.

Poucos meses depois, ele foi diagnosticado com câncer no fígado. Avançado. De fato, ele já estava meio amarelado. Foi internado no hospital e ninguém o visitava, a não ser as pessoas da paróquia. Sua família do refeitório começou a fazer turnos para acompanhá-lo durante a noite. As enfermeiras ficavam impressionadas com o movimento de pessoas no quarto de alguém que não era exatamente da “nata” da sociedade.

Depois de alguns dias, fui visitá-lo. Quando entrei no quarto do hospital, ele estava acompanhado de vários amigos do refeitório. Ao ver-me, exclamou: “Todos para fora agora, vou me confessar com o padre. Faz 40 anos que não me confesso!”. Todos saíram, impactados.

Ao terminar sua confissão, ele ficou como uma criança. Convidou-me para tomar uma Fanta laranja com ele. Foi como celebrar novamente sua Primeira Comunhão, sem recursos, mas com muita alegria.

Esta conversão caiu como fruto maduro do amor que se respira no refeitório paroquial.

Pe. José Manuel Horcajo
Paróquia de São Raimundo Nonato (Madri)

Tags:
ConfissãoConversãoIgrejaTestemunhoValores
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
AVENIDO BROTHERS
Agnès Pinard Legry
Três irmãos são ordenados padres no mesmo dia
4
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
5
MARRIAGE
Matrimonio cristiano
Beijar a aliança todos os dias: uma indulgência especial aos casa...
6
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
7
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia