Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 24 Fevereiro |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

França: homem atropela policiais em mesquita

810577a773f1b1817118300404b986ccb863e8bf.jpg

Agências de Notícias - publicado em 02/01/16

Após os atentados de janeiro em Paris, que deixaram 17 mortos, a França mobilizou militares para reforçar a polícia e garantir a segurança de edifícios oficiais e religiosos

Um homem avançou nesta sexta-feira com seu carro contra quatro policiais que protegiam a Grande Mesquita da cidade francesa de Valence, no sudeste do país, e os agentes responderam baleando o agressor – informaram as autoridades locais.

Um militar ficou ferido no joelho e na tíbia, mas seu estado não é grave. Uma bala perdida também feriu um pedestre, relatou a prefeitura da região de Drôme. Ambos estão internados.

O agressor, que agiu sozinho, investiu o veículo duas vezes contra os militares no estacionamento da mesquita.

O local estava cheio de gente, no dia da reza semanal, explicou o responsável pelo templo, Abdallah Dliouah.

“Pudemos ver a pessoa. Era de origem magrebina”, disse Dliouah à AFP.

Segundo os primeiros elementos da investigação, o agressor seria um homem de 29 anos, do subúrbio de Lyon (sudeste), sem ficha na Polícia.

Para o prefeito de Valence, Nicolas Daragon, os militares agiram de forma exemplar, já que conseguiram neutralizar o agressor sem muitos danos colaterais.

Os soldados “responderam com disparos defensivos”, relataram os ministros do Interior, Bernard Cazeneuve, e da Defesa, Jean-Yves Le Drian, em um comunicado.

O motorista ficou gravemente ferido, mas “não corre perigo”, completaram os ministros, acrescentando que o indivíduo foi atingido no braço e na perna e está hospitalizado.

“Dou meu apoio aos militares atacados em Valence. Todo meu reconhecimento às nossas forças mobilizadas para a segurança da França”, tuitou o primeiro-ministro Manuel Valls.

Após os atentados de janeiro em Paris, que deixaram 17 mortos, a França mobilizou militares para reforçar a polícia e garantir a segurança de edifícios oficiais e religiosos.

Este dispositivo foi reforçado ainda mais após os ataques de novembro, nos quais 130 pessoas morreram.

Situada ao norte de Lyon, a mesquita de Valence estava protegida nesta sexta-feira por quatro militares, declarou a prefeitura, que afirmou em seu comunicado que o local é muito tranquilo e que as atividades religiosas “são realizadas de forma pacífica”.

“É uma mesquita moderada e tranquila”, confirmou Daragon.

Nesta sexta, a imponente mesquita, a única da cidade, recebeu cerca de três mil fiéis.

“A mesquita nunca recebeu ameaças”, frisou Dliouah.

Ainda não se sabe o que motivou o ataque.

Em 3 de fevereiro de 2015, em Nice (sudeste da França), três militares que faziam a segurança de um centro judaico foram agredidos a facadas.

(AFP)

Tags:
MundoTerrorismo
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia