Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 09 Maio |
home iconReligião
line break icon

Por que os papas trocam de nome ao serem eleitos?

Javier Ordovás - publicado em 05/01/16

Entenda esta maravilhosa tradição da Igreja

Uma vez aceita a eleição como Papa pelo cardeal que reúne a maior quantidade de votos no conclave, o cardeal decano sempre lhe pergunta como ele quer ser chamado (“Quomodo vis vocari?”).

A escolha do novo nome por parte do Santo Padre pode estar motivada por vários aspectos, como, por exemplo, honrar algum dos seus predecessores – como no caso de João Paulo II.

Mas esta é uma tradição que, ainda que antiga, nem sempre existiu. Até o ano 532, todos os sucessores de São Pedro usaram seus nomes de Batismo. Além do nome, indicava-se sua procedência: Anacleto Romano, Evaristo o Grego, Lino de Tuscia etc.).

Em 31 de dezembro de 532, o homem eleito papa se chamava Mercúrio “o romano”. Mercúrio era um nome claramente pagão (é o nome romano do deus grego Hermes), razão pela qual o novo pontífice trocou de nome e se chamou João II, em honra do seu predecessor, João I, um mártir.

A partir desse momento, muitos dos seus sucessores o imitaram e começaram a trocar o nome de Batismo pelo dos Apóstolos, mártires ou outros papas. Desde então, apenas dois papas mantiveram seu nome de Batismo: Adriano VI e Marcelo II.

Até hoje, os nomes mais usados foram João (23), Gregório (16), Bento (16), Clemente (14), Inocêncio (13), Leão (13) e Pio (12).

Na Bíblia, encontramos algo muito significativo: cada vez que Deus troca o nome de uma pessoa, é por uma razão poderosa: o nome corresponde à sua nova identidade, missão ou ministério.

Temos o exemplo de Abrão, que foi chamado por Deus de Abraão, “pai das nações”, porque Deus lhe prometeu que o seria.

No próprio Gênesis, vemos Sarai receber o nome de Sara, como mãe das nações e rainha, porque ela seria mãe de reis.

Jesus também chamou Simão de Pedro, porque “sobre esta Pedra construirei a minha Igreja”.

Por tudo isso, entende-se o fato de os papas trocarem de nome ao assumirem uma nova missão: a de tornar-se cabeça visível da Igreja.

Este costume é uma demonstração a mais de como a Igreja é continuadora e intérprete fiel do Antigo e do Novo Testamentos, bem como da Tradição.

Tags:
DoutrinaHistóriaIgrejaPapa
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Bebê anjo
Reportagem local
“Tchau, papai”: as últimas palavras que Maurício ouvi...
2
Sangue de São Januário ou San Gennaro
Francisco Vêneto
Milagre do sangue de São Januário volta a ocorrer em Nápoles
3
Monsenhor Jonas Abib, fundador da Canção Nova
Reportagem local
Fundador da Canção Nova, monsenhor Jonas Abib é diagnosticado com...
4
ARGENTINA
Esteban Pittaro
Polícia interrompe missa de Primeira Comunhão ao ar livre
5
CANDLELIGHT PROCESSION AND ROSARY
Elizabeth Zuranski
A oração escondida no fim da Ave-Maria
6
ELDERLY,WOMAN,ALONE
Aleteia Brasil
O pe. Zezinho e a mãe que espera há 30 anos, sem sucesso, pelo pe...
7
Sangue de São Januário ou San Gennaro
J-P Mauro
Vídeo mostra a última liquefação do sangue de São Januário
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia