Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 26 Outubro |
Santo Amando 
Aleteia logo
home iconReligião
line break icon

Cristãos coptas, caldeus, católicos e muçulmanos: um Natal em janeiro e entre amigos

Aleteia Brasil - publicado em 09/01/16

Em tradições que seguem o calendário juliano, diálogo e abraços fraternos em torno ao Menino Jesus

Nem todo o mundo cristão segue o mesmo calendário. Enquanto algumas tradições seguem o calendário gregoriano, outras seguem o juliano. Assim, nem todos os cristãos celebram o Nascimento de Jesus no dia 25 de dezembro.

Veja como foram as celebrações de Natal em algumas dessas tradições neste começo de janeiro e como os seus fiéis conviveram entre si e com seus vizinhos não cristãos.

Cairo, Egito: cristãos coptas

O presidente Abdel Fattah al-Sisi participou da vigília de Natal celebrada na noite de 6 de janeiro pelo patriarca copta ortodoxo Tawadros II, na catedral de São Marcos, no Cairo. Al-Sisi pediu desculpas pelo atraso na reconstrução de igrejas destruídas por fanáticos islâmicos, em especial durante os protestos de agosto de 2013, quando vândalos ligados à Irmandade Muçulmana e a grupos salafistas atacaram cerca de 50 lugares cristãos.

É a segunda vez em toda a história que um presidente egípcio participa da solenidade litúrgica do nascimento de Jesus. A primeira foi no ano passado, com o mesmo al-Sisi presente nas celebrações da Igreja copta.

Bagdá, Iraque: cristãos caldeus

O patriarca caldeu Mar Louis Raphael Sako relatou à agência AsiaNews que as celebrações de Natal na capital iraquiana foram compartilhadas com os muçulmanos, que foram a maioria da população da cidade e do país. A Igreja caldeia tem 30 paróquias em Bagdá e mais 35 igrejas afiliadas à comunidade encabeçada pelo patriarca, que celebrou a missa de Natal “em sete igrejas diferentes” e encontrou as igrejas repletas “de gente de muita fé e muita esperança”.

“Muitas famílias muçulmanas participaram da missa de meia-noite. Muita gente simples, que nos deu flores e nos ofereceu suas saudações”. Nem tudo foi “doçura social”, no entanto: o patriarca de Bagdá foi bastante firme contra as hipocrisias e falsas promessas politiqueiras e recusou qualquer presente de “líderes religiosos e políticos” até que seja resolvida a cruel situação de crise que martiriza o país, em particular desde que famigerado grupo Estado Islâmico invadiu a cidade de Mossul e a planície de Nínive, em 2014. O episódio sanguinário assassinou ou expulsou famílias cristãs e yazidis; os sobreviventes continuam sendo alvo de violência, expropriações, sequestros, islamização forçada dos filhos e postura hostil de algumas vertentes do islã. “Precisamos de mudança real e concreta no Iraque: uma nova cultura, não só discursos e declarações de fachada”, declarou o patriarca.

A comunidade cristã iraquiana doou dinheiro para suprir as necessidades básicas de 2 mil famílias de Bagdá, não só cristãs, mas também muçulmanas e yazidis. “É uma forma de testemunhar com as obras que somos irmãos”, explica Mar Sako. “Estes atos concretos de misericórdia geram contato e ajudam de verdade a formar vínculos, partilha, desejo de encontro. É uma resposta à cultura de guerra e vingança, à falta de compaixão, de perdão e de reconciliação, que são males que afligem o Iraque há muito tempo e o lançam num redemoinho de violência e terror”.

Em entrevista a um popular programa de televisão iraquiano, o patriarca se pronunciou com grande firmeza contra um islã fechado e fundamentalista, fazendo votos de maior abertura. “Muitos me agradeceram”, conta ele, “especialmente entre os próprios muçulmanos”.

Moscou, Rússia: cristãos ortodoxos

O patriarca de Moscou, Kirill, perguntou aos fiéis em sua mensagem de Natal, também celebrado em 7 de janeiro: “O que é mais pobre do que uma gruta e mais humilde que os panos em que a riqueza divina resplandece? Ao escolher a pobreza extrema para o mistério da nossa redenção, Cristo renuncia a tudo o que este mundo considera importante: poder, riqueza, glória, origens nobres e status social. Ele propõe outra lei de vida: a lei da humildade e do amor, que vence o orgulho e a maldade”.

Kirill também falou da guerra na Ucrânia: “A luta fratricida na terra ucraniana não deve dividir os filhos da Igreja, semeando o ódio nos seus corações. Um cristão verdadeiro não pode odiar nem os próximos nem os distantes. ‘Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem, para que sejais filhos do vosso Pai celeste, que faz nascer o seu sol sobre maus e bons e chover sobre justos e injustos’”.

Cidade do Vaticano: cristãos católicos

Em coincidência com as celebrações de Natal em várias tradições do mundo cristão, o papa Francisco anunciou em vídeo as suas intenções de oração para o mês de janeiro, esperando que “o diálogo sincero entre homens e mulheres de religiões diferentes dê frutos de paz e justiça”.

O diálogo inter-religioso, para ele, é “uma condição necessária para a paz no mundo. Não devemos parar de rezar por esta intenção. Temos de trabalhar juntos com quem pensa diferente. Só através do diálogo poderemos eliminar a intolerância e a discriminação. Eu confio em vocês para espalhar o meu pedido deste mês: que o diálogo sincero entre homens e mulheres de religiões diferentes dê frutos de paz e justiça”.

Então… feliz Natal! Ainda!

Tags:
DiálogoNatal
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
SANDRA SABATTINI
Francisco Vêneto
Primeira noiva em processo de canonização na história foi beatifi...
2
Papa Emérito Bento XVI
Francisco Vêneto
Bento XVI: “Espero me unir logo” aos amigos que já estão na etern...
3
Papa Francisco São José Menino Jesus
Ricardo Sanches
A oração a São José que o Papa Francisco reza todos os dias há 40...
4
Transplante de rins
Francisco Vêneto
Transplante de rim de porco em humanos: a Igreja tem alguma objeç...
5
São João Paulo II
Reportagem local
A última frase de São João Paulo II antes de partir desta vida
6
Casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos
Francisco Vêneto
Jovem casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos: “cada um vale ...
7
Pe. Jonas Magno de Oliveira e sua mãe
Francisco Vêneto
Mãe de padre brasileiro se torna freira na mesma família religios...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia