Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 01 Março |
São Félix III (II)
home iconAtualidade
line break icon

Síria: 400 pessoas em Madaya precisam ser evacuadas com urgência

Agências de Notícias - publicado em 12/01/16

A população de Madaya está faminta após seis meses de sítio, segundo organizações humanitárias

Ao menos 400 civis da cidade síria sitiada de Madaya “necessitam ser evacuados de maneira urgente”, informou nesta segunda-feira o embaixador da Nova Zelândia nas Nações Unidas, Gerard van Bohemen.

O diplomata se expressou ao final da rodada de consultas no Conselho de Segurança da ONU sobre a situação nesta cidade ocupada por grupos rebeldes e cercada há seis meses pelas tropas leais ao regime do presidente Bashar al Assad, à qual nesta segunda-feira chegou um primeiro comboio de ajuda humanitária.

Os embaixadores dos 15 países integrantes do Conselho foram informados sobre a situação na Síria pelo responsável de operações humanitárias da ONU, Stephen o’Brien.

Van Bohemen não precisou as razões de seu pedido urgente de evacuação, limitando-se a assinalar que as pessoas envolvidas estão em “situação crítica”.

A população de Madaya está faminta após seis meses de sítio, segundo organizações humanitárias.

“É importante destacar que sitiar (uma população civil) com o objetivo de fazê-la passar fome é um crime de guerra”, destacou o embaixador espanhol Román Ozargún Marchesi, que qualificou de “positiva” a autorização de Damasco para que Madaya seja abastecida.

Espanha, Nova Zelândia e França solicitaram a realização desta rodada de consultas do Conselho, que “continuará monitorando a situação”, segundo o diplomata espanhol.

O regime concordou, na semana passada, em autorizar a entrega de alimentos em Madaya, o que também será permitido em outros povoados sitiados e controlados por rebeldes.

Os primeiros caminhões com alimentos e medicamentos chegaram nesta segunda-feira a Madaya.

“Deve ser um início, e não apenas uma operação pontual”, disse Gerard van Bohemen.

Ao menos 400.000 pessoas vivem em zonas sitiadas por tropas do regime ou por grupos armados rebeldes e não podem receber abastecimento, segundo a ONU.

(AFP)

Tags:
fomeGuerraMundoRefugiados
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KOMUNIA NA RĘKĘ
Claudio de Castro
Padre chora copiosamente diante da falta de respeito com a Eucari...
2
PRAYER
Desde la Fe
Coisas que você não deve fazer na Missa e talvez não saiba
3
RECONSTRUCTED CHRIST
Lucandrea Massaro
Assim era Jesus: o misterioso Homem do Sudário, reconstruído em 3...
4
HOLY FAMILY
Philip Kosloski
A antiga oração a São José que é “conhecida por nunca ter falhado...
5
MEXICO
Pablo Cesio
México: homem chega à própria missa de corpo presente
6
missionárias mártires iêmen
Reportagem local
A corajosa última oração destas 4 freiras antes de serem mortas p...
7
PRAY YOUNG
Arquidiocese de São Paulo
Rezar o terço sem contemplar os mistérios é válido?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia