Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 27 Fevereiro |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Aos ladrões “de maior calibre e de mais alta esfera”: um sermão do Pe. Vieira

ladrc3a3o-colarinho-branco.png

Aleteia Brasil - publicado em 16/01/16

Pronunciado em 1655 diante dos nobres do Império Português, poderia ser repetido na íntegra aos "nobres" de hoje?

“O ladrão que furta para comer não vai nem leva ao inferno.
Os que não só vão, mas levam, são outros ladrões, de maior calibre e de mais alta esfera. (…) Em vez de os reis levarem consigo os ladrões ao Paraíso,
os ladrões são os que levam consigo os reis ao inferno”.

Padre Antônio Vieira

O “Sermão do Bom Ladrão” foi pronunciado pelo padre Antônio Vieira em 1655, na igreja da Misericórdia, em Lisboa. Os ouvintes eram os nobres do Império Português, com o próprio rei, dom João IV, à cabeça.

O sacerdote jesuíta parte do Evangelho de Lucas, na passagem em que Jesus promete a salvação ao ladrão arrependido (Lc 23,42s). Ao falar dos ladrões, porém, o padre Antônio Vieira não está se referindo aos “ladrões comuns”, e sim aos ladrões “de maior calibre e de mais alta esfera”, aqueles “a quem os reis encomendam os exércitos e legiões, ou o governo das províncias, ou a administração das cidades, os quais, já com manha, já com força, roubam e despojam os povos“. E completa: “Os outros [os ladrões ‘comuns’], se furtam, são enforcados; estes furtam e enforcam”.

Se este sermão, de mais de 360 anos de idade, fosse proferido hoje diante daqueles “de maior calibre e de mais alta esfera”, será que pareceria um sermão antigo?

O texto na íntegra é longo para os padrões preguiçosos de leitura de uma parte numerosa da geração atual, mas é precioso em cada parágrafo e está disponível neste link: DominioPublico.gov.br.

Tags:
Corrupção
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia