Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 17 Janeiro |
home iconEstilo de vida
line break icon

O que a mãe adotiva escreveu para as crianças que zombavam do seu filho

Aleteia Brasil - publicado em 20/01/16

"Respeitem as pessoas à sua volta. Vocês nunca sabem por quantas coisas elas já passaram”

A norte-americana Mary Ann Parisi suspeitava que o filho adotivo Michael, de 11 anos de idade, estava sofrendo bullying na escola. Foram os professores que a alertaram que isso realmente estava acontecendo, e agora com mais intensidade.

Mary Ann postou então uma mensagem no Facebook para que os colegas de Michael conhecessem a sua história:

Este post pode ser longo – peço desculpas por isso. Todos nós temos crianças em nossas vidas de uma forma ou de outra e eu desafio vocês a mostrarem e ensinarem às suas (ou às que fazem parte da sua vida) a história do meu filho. Talvez faça diferença conhecê-la. Mesmo as melhores crianças têm momentos de insegurança e fraqueza. Mostrar a elas por que são diferentes pode ser a resposta mais positiva. Às vezes, isto é aprender e crescer. Às vezes, todos nós precisamos de um lembrete.

O Michael nasceu com 26 semanas. Prematuro de pouco mais de 3 meses. Eu não sou a mãe biológica. Mas sou a mãe dele em todos os outros aspectos. Ele passou os primeiros 3 meses de vida lutando para sobreviver. Agulhas, transfusões de sangue, tudo isso. A mãe o deixou 3 meses depois. Ele sobreviveu a inúmeros problemas de saúde para se tornar o menino forte e saudável que é hoje. Ele não aprendeu a falar até completar 3 anos. Ele demorou para conseguir caminhar. Os dentes dele só nasceram depois do primeiro aniversário. Ele estava muito atrasado no desenvolvimento. Mas ele amava! Ah, como ele amava! Até hoje, o sorriso dele é a melhor coisa do mundo. Não existe uma só pessoa de quem ele não goste, incluindo aquelas que o atormentaram hoje. Ele perdoa e, honestamente, ele esquece. Não há um osso em seu corpo que guarde rancores. Eu me esforço para ser parecida com ele todos os dias, mas fico bem longe. Você riram dele e mexeram com ele por causa do seu jeito de comer. Você sabiam que, fisicamente, ele não consegue manter direito a boca fechada enquanto come? Sabiam da dificuldade dele para coordenar as mãos e os olhos? Ele tem um longo caminho pela frente até conseguir alinhar o maxilar inferior, que nunca se desenvolveu plenamente; até não precisar mais derramar comida ou mastigar de modo estranho.

Chutar a cadeira dele, chamá-lo de estúpido, feio, dentuço, mandá-lo sentar-se e calar a boca não é o jeito certo de ajudar. Vocês não precisam gostar dele, mas têm que respeitá-lo. Ele é um lutador e esta foi uma parte muito pequena da história dele. Compartilhem, ensinem, cresçam. E mais importante: respeitem as pessoas que estão à sua volta, porque vocês nunca sabem por quantas coisas elas já passaram.

Tags:
FilhosPecado
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia