Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Cynthia Dermody / Redação da Aleteia
Quaresma: 5 desafios para casais

A música da Marcha pela Vida de 2016 nos EUA

Compartilhar

Música: "Love Will Heal" | Artista: PJ Anderson

Clique aqui para abrir a galeria de fotos

Esta é a época do ano nos Estados Unidos em que manifestantes rumam a Washington e outros locais para erguerem sua voz em favor da dignidade da vida humana.

Este ano, um dos nossos artistas favoritos aqui em Cecília – PJ Anderson – estará conduzindo a música no encontro da juventude e Missa pela Vida, na Marcha pela Vida. Para a ocasião, ele compôs a música “Love Will Heal”.

Nós tivemos a chance de encontrar PJ e perguntar-lhe sobre a música e sua mensagem para o movimento pró-vida:

Quando você foi convidado para tocar na Marcha pela Vida, por que você escolheu essa música com a mensagem “o amor curará”?

Tenho participado da Marcha há vários anos e eu sou verdadeiramente abençoada por fazer parte da Marcha de um modo novo este ano. Peço suas orações para levar outros mais perto de Cristo para tomar uma posição pela vida. Como a maioria das minhas boas ideias, minha esposa, Rachel, disse, “você deve escrever uma canção para a Marcha”. É uma causa que acreditamos firmemente e ela está perto de nossos corações.

Nós temos 2 filhos pequenos. Ao ouvir os seus batimentos cardíacos pela primeira vez, recebendo o dom de ser mãe e pai, isso foi uma bênção pela qual eu sou eternamente grato. Nada traz mais alegria para minha vida do que ser pai. Assim, as suas vidas e as vidas de milhões de crianças que nunca tiveram a chance de ter uma mãe e um pai estão perto de meu coração.

Então, por que essa música? É um hino à vida. É uma chamada para levantar-se contra os males do aborto, racismo, bullying, ataques terroristas. Não podemos ficar de braços cruzados e esperar pelos outros para falar pela vida. Nós precisamos ser a voz da verdade, a voz da vida. Deus nos estimula a ser a Sua voz. “Ouvir a nossa voz, nós somos um, nós vamos lutar até que nós ganhemos. O amor vai curar cada coração, vamos lutar até que nós ganhemos, até que nós ganhemos”.

O que você acha que aconteceu no coração do homem que não reconhece vida no batimento cardíaco do feto?

O diabo é muito esperto e inteligente. Ele nem sempre nos atinge na cabeça diretamente. Bem como se você colocar um sapo em uma panela de água quente. Ele vai pular para fora imediatamente, sabendo que está muito quente e isso irá feri-lo ou matá-lo. Mas se você colocar um sapo em uma panela de água morna e gradualmente aumentar o calor, o sapo ficará lá até que a água quente virá a matá-lo. É isso que acontece com a gente em relação ao pecado. Nós nos tornamos cada vez mais egoístas, voltados para uma cultura que só pensa em si mesma. Se algo ou alguém fica no caminho do que queremos ou do que planejamos, então o mundo nos diz que a pessoa ou coisa é descartável. Isso que acontece com a questão do aborto, racismo, bullying, ataques terroristas e outros males que ameaçam a santidade da vida. Nós não valorizamos a vida como deveríamos, como Deus planejou. Somos uma cultura egoísta que esqueceu o valor da vida. Temos de tomar uma posição em conjunto, como uma só voz para acabar com estes males e somente trazer esperança, amor e vida! A vida não é descartável!

O que somos chamados a fazer para que o homem redescubra o valor da vida?

Precisamos trazer o reino de Cristo na terra todos os dias. Não apenas reservar a nossa fé para os domingos. Precisamos unir as nossas vozes como uma voz humana que valoriza a vida, que luta pela vida, que reza unida para combater os males deste mundo! Somente o amor pode mudar o coração. Nenhuma lei sobre o aborto vai mudar, a menos que os corações sejam alterados. Como podemos mudar o coração? Através do amor. O que é o amor? Deus é amor. Precisamos invocar o amor de Deus em nossa vida cotidiana, para que Seu reino possa vencer o mal.

O amor exige ação. Amor nos convida a ser corajosos, a ser incômodos, para falar por aqueles que não têm voz. O mundo que Deus criou não incluía ódio, não incluía violência, não incluía pecado. Nós trouxemos o pecado no mundo e nós precisamos restaurar o nosso mundo à beleza para a qual ele foi criado. Precisamos extrair a beleza de todo esse ruído. São Paulo diz em Romanos 12: O amor deve ser sincero. Odeiem o que é mau; apeguem-se ao que é bom. Odeie o que é mau. Apegue-se ao que é bom. E fazer isso através do amor sincero.

Suas palavras nos encorajam a não desistir em face da violência, você fala sobre o desafio, sobre a construção de um futuro de paz… Como podemos encorajar os jovens – utilizando os termos de São Paulo – para “combater o bom combate”?

Eu começo a viajar pelo país tocando música, compartilhando músicas que escrevi e incentivando adolescentes em sua fé através das minhas canções e histórias. Eu sempre tento destacar a ideia de que a fé não é um jogo de espera. A fé não é algo que é exclusivo para sacerdotes e freiras, os nossos pais ou pessoas mais velhas. A fé é para ser vivida corajosamente por todos nós, não importa a nossa idade.

Sua pergunta e referência a São Paulo me lembra de Romanos, quando o apóstolo nos exorta a apresentar os nossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus. Esta escritura passa a falar sobre como todos nós somos um só corpo em Cristo. Deus abençoou todos e cada um de nós com diferentes dons. Esses dons são destinados a serem usados JUNTOS, como um todo.

Eu tenho 2 filhos em casa, e eles são meu mundo! Nós brincamos todos os dias. Entre as muitas lições importantes que eu aprendi como pai, uma é que brinquedos de crianças têm MUITAS partes! E quando você perde uma parte vital, faz esse brinquedo ser tornar inútil. Isso que acontece com a gente quando não nos juntamos. Deus não nos criou com os mesmos dons. Ele fez isso de propósito para nos encorajar a nos unirmos em comunidade para trazermos o Seu amor. E quando uma pessoa está lutando, temos que levantá-la, e não destruí-la. Quando uma pessoa está sofrendo, nós amamos aquela pessoa, não acrescentamos mais mágoa.

Assim, precisamos incentivar os jovens a lutar a boa luta juntos! E não esperar até que eles fiquem mais velhos. Viver uma vida de fé agora.

Entre no site do PJ para ouvir e comprar sua música.

Curta e siga Cecilia no Facebook para obter novas músicas de seus artistas favoritos a cada dia.

Costanza d’Ardia and Libby Reichert

Aleteia Top 10
  1. Lidos