Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Feliz na solidão – por um monge cartuxo

Compartilhar

"Deus me faz feliz de outra maneira"

Em ocasião do encerramento do Ano dedicado à Vida Consagrada, oferecemos um texto escrito por um monge cartuxo, que abre a sua alma externando a nós a sua alegria interior, que parece não ter limites.

 

Feliz na Solidão

Sem o filho que eu tanto desejava;

sem os beijos de uma mulher companheira;

lidando todo dia com o austero.

Assim a solidão me fixou.

E Deus me faz feliz de outra maneira.

Dentro de paredes de rigorosa clausura

o céu e a terra minhas fronteiras,

na rotina monástica e séria,

apenas com a aventura da fé.

E Deus me faz feliz de outra maneira.

Como uma nuvem que voa solitária,

bela parábola do grão de trigo,

assim vivo na minha cela sem testemunha,

nenhum outro entretenimento que a minha oração.

E Deus me faz feliz, e eu o bendigo.

Vibro com o meu corpo consagrado

como pedra esculpida na mineira;

à espera da Eterna Primavera

suspirando assim tanto como eu sonhava.

E Deus me faz feliz de outra maneira.

Domino o coração com a castidade,

a humanidade sem qualquer dificuldade;

em silêncio na minha cela, à espera

sem nada que suavize a minha solidão.

E Deus me faz feliz, e como!!!

(um cartuxo)

Via: https://cartusialover.wordpress.com/ “Tudo sobre o Universo Cartusiano”

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.