Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

A Igreja realmente apoiou o nazismo? Pio XII foi mesmo o “papa de Hitler”?

Compartilhar

Uma campanha de difamação e desinformação que precisa ser desmascarada

Será que Pio XII foi o “papa de Hitler”?

Será que a Igreja católica realmente apoiou o nazismo?

A resposta é clara: NÃO.

Trata-se de mentiras vastamente espalhadas por militantes anticatólicos em seus livros e blogs. Na verdade, a Igreja não somente não apoiou o nazismo como o condenou com veemência desde o início, fato que pode ser demonstrado com objetividade mediante jornais da época, documentos oficiais, fotos e vídeos.

Pio XII foi alvo de uma intensa campanha de desinformação e difamação que quase assassinou a sua reputação. Desfazer o mito em torno da sua figura é recolocar Pio XII em sua devida posição: um papa venerável e, talvez um dia, um santo canonizado.

Não deixe de conferir este vídeo de 9 minutos: