Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Carnaval católico em casa? 6 sugestões de filmes imperdíveis

Compartilhar

Valores que vão além da “folia”

Confira as seguintes sugestões de filmes com valores católicos para ver durante o feriado de carnaval:

1. Homens e Deuses (2010)

O filme de Xavier Beauvois (foto principal deste artigo) é um dos que melhor refletem os diferentes aspectos da vida consagrada na Igreja. A verdadeira dimensão procede do testemunho de martírio dos sete monges trapistas da abadia de Nossa Senhora do Atlas, em Tibhirine, Argélia, assassinados em 1996.

No filme, reflete-se a consistência da vocação pessoal dos monges, bem como sua oração, suas dúvidas e decisões; a comunidade como Igreja em inserção e transparência de Cristo presente entre os pobres e sinal de diálogo e perdão para a humanidade; o discernimento comunitário, difícil e doloroso, ao mesmo tempo que alegre, sintetizado magistralmente na última cena, que mostra a passagem da dúvida e do medo até chegar à entrega e à paz.

Do ponto de vista da teologia da vida religiosa, o filme é cativante: um ícone da dimensão escatológica, reconciliadora e fraterna da vida consagrada.

Saiba mais sobre o caso real que inspirou o filme: mosteiro em que ocorreu a chacina foi reaberto este ano

*

2. Em Busca de um Lar (2013)

Baseado em uma dilacerante história verdadeira, o filme narra o drama de uma adolescente grávida, Apple (Vanessa Hudgens), que foge da mãe abusadora e viciada em drogas (Rosario Dawson) e começa a conviver com o pai rico (Brendan Fraser).

Confira neste outro artigo de Aleteia um comentário aprofundado sobre o filme e sua relação com a atual cultura de sexo e suposto bem-estar.

*

3. A Missão (1986)

Este grande clássico de Roland Joffé mostra a vida dos jesuítas nas reduções do Paraguai. É interessante observar o antagonismo entre o Pe. Gabriel (Jeremy Irons), com as opções dos jesuítas no meio dos guaranis, e o capitão caçador de índios Rodrigo Mendoza (Robert De Niro), que se converte do seu passado violento e se torna irmão jesuíta. Mas nem o pacifismo espiritual de um nem a defesa militar organizada do outro conseguem salvar os indígenas.

*

4. Adeus, Meninos (1987)

Neste filme de Louis Malle, uma comunidade de carmelitas resiste aos nazistas, escondendo os alunos judeus entre seus pupilos: uma preciosa herança de coragem para os sobreviventes.

*

5. Marcelino Pão e Vinho (1955)

“Marcelino Pão e Vinho” (Marcelino Pan y Vino) é o célebre livro do autor espanhol José María Sánchez Silva que foi adaptado para as telas em 1955. Assim como o livro, o filme também é uma produção espanhola, aplaudida em importantes festivais de cinema e grande sucesso de bilheteria em várias partes do mundo.

Na história, um frade franciscano relata para uma menina doente a lenda de Marcelino, um bebê abandonado na porta de um convento masculino. Os doze frades do convento procuram pais adotivos para o menino, mas, não encontrando candidatos, acabam eles próprios criando Marcelino. O garoto cresce fazendo travessuras e levando os pobres frades à beira da loucura com a sua espontaneidade e fervilhante imaginação. Sem outras crianças da sua idade para brincar, ele se diverte inventando apelidos para os religiosos, contando histórias inacreditáveis e até criando um amigo imaginário, a quem ele chama de Manuel.

Acontece que uma das histórias que Marcelino conta aos religiosos acaba desafiando a curiosidade deles, que decidem conferir pessoalmente. Parece que ele encontrou Alguém no sótão do convento… É quando os religiosos constatam, com grande surpresa, o poder divino da inocência. Marcelino se transforma então no protagonista de um belíssimo e comovente milagre, que marcará para sempre o vilarejo.

*

6. Um Deus Proibido (2012)

A perseguição religiosa que os católicos padeceram durante a Guerra Civil Espanhola (1936-1939) foi, sem dúvida, a mais sangrenta da história moderna. Os “vermelhos” aniquilaram 6.823 sacerdotes e religiosos, além de 3 bispos. São números bem superiores aos 90 sacerdotes que, segundo o historiador Jean Meyer, foram assassinados no México durante a Cristiada. Embora ambas as nações tenham sofrido uma perseguição terrível, não há comparação entre os números de uma e da outra. O filme aborda em específico a perseguição religiosa em Barbastro, Aragão, onde foi aniquilado 88% do clero – com níveis de sadismo sem precedentes.

Boletim
Receba Aleteia todo dia