Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 15 Janeiro |
Santo Arnoldo Janssen
home iconAtualidade
line break icon

Síria: bombardeio mata três em hospital apoiado pela Médicos Sem Fronteiras

Agências de Notícias - publicado em 10/02/16

Três pessoas morreram, e outras seis ficaram feridas na última sexta-feira em um bombardeio a um hospital apoiado pela organização Médicos Sem Fronteiras em Tafas, na província de Deraa, no sul da Síria – anunciou a ONG nesta terça.

O ataque contra o hospital, “a última estrutura médica atingida por uma série de bombardeios no sul da Síria” nestes últimos dois meses, destruiu uma parte do edifício e deixou suas ambulâncias fora de circulação, denunciou a MSF, acrescentando que os veículos eram “muito usados”.

“Pelo temor de suas vidas, mais de 20.000 habitantes de Tafas fugiram para as regiões vizinhas”, completou a ONG.

Pelo menos 177 hospitais foram destruídos, e cerca de 700 membros da equipe médica morreram desde o início da guerra na Síria em 2011, segundo uma estimativa de final de janeiro de uma organização humanitária síria.

A MSF não informou a nacionalidade do avião, ou aviões que bombardearam o hospital.

“Desde o início do ano, 13 centros médicos, ou hospitalares, na Síria foram atingidos”, lamentou a ONG.

Segundo o presidente da União das Organizações de Emergência e de Cuidados Médicos (UOSSM), Ubaida Al-Mufti, os bombardeios russos não evitam estes edifícios.

“Desde o início dos ataques aéreos russos há quatro meses (em apoio ao regime de Bashar Al-Assad), foram destruídos 29 hospitais, e 20 membros da equipe médica morreram”, afirmou Al-Mufti.

O secretário de Estado americano, John Kerry, e o ministro francês das Relações Exteriores, Laurent Fabius, pediram na quinta-feira passada o fim dos bombardeios russos na Síria. Ambos acusaram Moscou, implicitamente, de impedir as negociações de paz.

No dia anterior, o chanceler russo, Serguei Lavrov, havia declarado que a intervenção militar na Síria não terminaria antes de “ter vencido realmente” os grupos terroristas.

A guerra da Síria deixou mais de 250.000 mortos. Segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), mais de mil civis morreram pelos bombardeios russos desde 30 de setembro, quando começou a intervenção de Moscou na Síria.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia