Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 26 Outubro |
Santo Amando 
Aleteia logo
home iconReligião
line break icon

O ecumenismo do testemunho

AFP/Getty Images

Marcin Przeciszewski - publicado em 16/02/16

Qual será o próximo passo do Patriarca de Moscou no caminho ecumênico?

O encontro de Francisco e Kirill abre um novo capítulo na construção da unidade entre a Igreja Católica e a Igreja Ortodoxa: o ecumenismo do testemunho. Embora o diálogo teológico, que ajuda a esclarecer as diferenças doutrinárias, seja fundamental, o testemunho comum de ambas as Igrejas é de maior importância. As ações dos discípulos divididos de Jesus já não serão convincentes. Frente aos mesmos desafiosglobais, os dois pulmõesdo cristianismo, o ocidental e o oriental, devemrespirar juntos.

O encontro em Cuba pretende romper o gelo da incerteza e dos prejulgamentos, já que ambas partes tinham se dado conta de que agora é o momento de reagir em conjunto ao que está acontecendo no mundo.

Tendo em vista as ameaças à paz, as guerras no Oriente Médio, África e Ucrânia, que Francisco chama “a terceira guerra mundial travada em partes”, os dois pastores perceberam que as declarações separadas das Igrejas não eram suficientes. Na Síria, Iraque e outros países do Oriente Médio ou no norte da África, os cristãos foram deixando em grande número os territórios que haviam ocupado desde os tempos apostólicos.

Há a necessidade urgente de solidariedade internacional: a cooperação, a ajuda humanitária a um número sem procedentes de refugiados e a segurança de seu regresso a seu país de origem. Os dois líderes pedem a resolução dos conflitos através de negociações e prevenção do terrorismo. Por outro lado, eles enfatizam a necessidade de diálogo entre as religiões, o respeito aos que professam outras religiões, e condenam os crimes cometidos “em nome de Deus”.

A declaração do Papa e do Patriarca indica a necessidade urgente de que ambas igrejas adotem uma posição conjunta sobre os problemas mais urgentes do mundo. A declaração enumera muitos problemas: a secularização agressiva, a restrição dos direitos das pessoas que creem em Deus, a flagrante injustiça social, a crise da família e a falta de respeito pela vida humana mediante o aborto, a eutanásia ou as manipulações genéticas.

Ambos reconhecem a necessidade de um testemunho comum das Igrejas na Europa atual, para que a cultura do continente conserve os valores que sempre formaram seus fundamentos, erguidos sobre a rocha da herança judaico-cristã.

Os problemas das relações entre a Igreja católica e a ortodoxa russa são derivados do fato de que esta última tem sido sempre sujeita à autoridade secular e tem atuado “em sintonia” com ela, tanto no plano espiritual quanto no político. A grande máquina da diplomacia russa, incluindo o próprio patriarca, tende a falar a uma só voz, tanto fora como dentro de casa.

Desde que o Patriarca condenou os crimes “cometidos em nome de Deus”, aumentou a pressão sobre ele para finalmente deixar de justificar a agressão na Ucrânia através da teoria religiosa de “Russkiy Mir” e inequivocamente censurar os crimes.

A Igreja ortodoxa continua a fornecer combustível ideológico para o neo-imperialismo da Rússia. A prova de fogo da credibilidade do Patriarca Kirill deve ser seu convite para Francisco visitar a Rússia, sem temor de que sua própria autoridade se apague, comparada com a do sucessor de São Pedro.

No que diz respeito à declaração, também deve levar em conta o contexto do próximo e primeiro Santo e Grande Conselho da Igreja Ortodoxa, que está previsto para junho. O encontro entre Kirill e Francisco foi destinado a reforçar a posição do Patriarcado de Moscou entre as outras Igrejas ortodoxas.

Neste momento, o Patriarcado de Moscou está fazendo tudo em seu poder para mudar a posição de “terceira Roma” para “segunda Roma” e para controlar os poderes do Patriarcado Ecumênico de Constantinopla e do futuro Conselho. A situação é tensa, como se constatou pela confrontação entre Bartolomeu I e Kirill durante uma reunião de preparação do Conselho, realizada no final de janeiro deste ano em Genebra.

Durante a reunião, cheia de ressentimentos mútuos, o Patriarca de Moscou tentou mudar o local das reuniões do Conselho para Moscou e impedir a autonomia da Igreja ortodoxa da Ucrânia, que a tornaria independente do Patriarcado de Moscou. Sua estratégia tem sido bem sucedida, e ele não vai demorar para aproveitar o encontro com o Papa para reforçar ainda mais a sua posição.

Marcin Przeciszewski é diretor da agência de notícias polonesa KAI

Tags:
DiálogoEcumenismoIgreja
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
SANDRA SABATTINI
Francisco Vêneto
Primeira noiva em processo de canonização na história foi beatifi...
2
Papa Emérito Bento XVI
Francisco Vêneto
Bento XVI: “Espero me unir logo” aos amigos que já estão na etern...
3
Papa Francisco São José Menino Jesus
Ricardo Sanches
A oração a São José que o Papa Francisco reza todos os dias há 40...
4
Transplante de rins
Francisco Vêneto
Transplante de rim de porco em humanos: a Igreja tem alguma objeç...
5
São João Paulo II
Reportagem local
A última frase de São João Paulo II antes de partir desta vida
6
Casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos
Francisco Vêneto
Jovem casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos: “cada um vale ...
7
Pe. Jonas Magno de Oliveira e sua mãe
Francisco Vêneto
Mãe de padre brasileiro se torna freira na mesma família religios...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia