Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 26 Fevereiro |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Exército nigeriano liberta 63 reféns do Boko Haram

Boko Haram on Monday claimed the abduction of hundreds of schoolgirls in northern Nigeria – pt

AFP PHOTO / PIUS UTOMI EKPEI

NIGERIA, Lagos : A policeman stand beside children holding as members of Lagos based civil society groups hold rally calling for the release of missing Chibok school girls at the state government house, in Lagos, Nigeria, on May 5, 2014. Boko Haram on Monday claimed the abduction of hundreds of schoolgirls in northern Nigeria that has triggered international outrage, threatening to sell them as "slaves". "I abducted your girls," the Islamist group's leader Abubakar Shekau said in the 57-minute video obtained by AFP, referring to the 276 students kidnapped from their boarding school in Chibok, Borno state, three weeks ago. AFP PHOTO / PIUS UTOMI EKPEI

Agências de Notícias - publicado em 04/03/16

O Exército nigeriano garantiu na noite desta quinta-feira que resgatou 63 reféns do grupo islâmico Boko Haram em povoados do nordeste do país.

“Durante a operação (os soldados) mataram cinco terroristas do Boko Haram e salvaram 63 reféns” mantidos pelos rebeldes islâmicos, declarou o porta-voz do Exército nigeriano, Sani Usman.

Os cinco combatentes do Boko Haram foram mortos em confrontos nos povoados de Lawin Meleri, Matiri Bulaka e Aljeri, segundo o Exército.

Os militares destruíram ainda dois campos do Boko Haram na selva de Alagarno, Estado de Borno, próximos à selva de Sambisa, um dos feudos históricos do grupo islâmico.

A Nigéria enfrenta desde 2009 a revolta do Boko Haram, que já causou ao menos 17 mil mortes no norte do país, majoritariamente muçulmano, e mais de 2,6 milhões de deslocados.

Para combater o Boko Haram, quatro países em torno do lago Chad – Nigéria, Chade, Níger e Camarões – e o Benin criaram a Força de Intervenção Conjunta Multinacional (MNJTF), integrada por 8.700 militares, policiais e civis, ainda não operacional.

(AFP)

Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia