Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Redação da Aleteia / ACI Digital
Como surgem as intenções de oração do Papa?
María Álvarez de las Asturias
Como ajudar um casal que se separou?
Padre Reginaldo Manzotti
Oração para pedir luz ao Senhor
Padre Reginaldo Manzotti
5 lições de vida para ser feliz
Prosa e Poesia
Os recomeços
Vatican News / Redação da Aleteia
Papa aos juízes: não buscar interesse pessoal

Coalizão ataca líder do EI na Síria, que pode estar morto

AP

 


Compartilhar

O alto comandante do grupo Estado Islâmico Omar al-Shishani, conhecido como “Omar, o checheno”, foi o alvo de um ataque aéreo da coalizão internacional na Síria, informou nesta terça-feira um oficial americano ao comentar um bombardeio em que o combatente georgiano pode ter morrido.

“Omar al-Shishani foi o alvo” de uma operação aérea, informou a fonte, que pediu para ter sua identidade preservada. Conhecida pela espessa barba vermelha, Omar al-Shishani é considerado um dos mais importantes comandantes militares do EI, senão o mais destacado.

Mais tarde o Pentágono confirmou, em um comunicado, que o alvo do ataque lançado em 4 de março foi Shishani e que os resultados da operação estavam sendo avaliadas.

Outro oficial informou, sob anonimato, que o combatente “provavelmente morreu” no bombardeio executado por caças e drones americanos, juntamente com outros 12 combatentes do EI.

O êxito das operações de eliminação de militantes jihadistas é frequentemente difícil de estabelecer com certeza pelos serviços de inteligência americanos, que não têm presença na região.

Washington oferecia 5 milhões de dólares de recompensa a quem der informações confiáveis sobre o paradeiro de Al-Shishani.

(AFP)

Aleteia Top 10
  1. Lidos