Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Aos 66 anos, ela começou a estudar por causa do neto

Divulgação/Prefeitura de Curitiba
Compartilhar

Uma história de superação para motivar você

A Maria das Mercês da Silva tem 67 anos e mora em Porto Alegre. Ela passou por diversas dificuldades quando era menor. Veio de uma família conservadora, na qual o pai pensava que meninas não deveriam estudar, pois era coisa de homem. Ela então cresceu sem saber ler e escrever.

Após vários anos se passarem, tornou-se avó e agora trabalha como faxineira. Seu neto Felipe, de 10 anos, a incentivou a ir estudar. “Vovó, vamos para a escola! Vai ser bom para você. Você vai aprender e vai me ensinar”, incentivava ele.

E não é que ela foi? Hoje está cursando o 2º período do EJA (Educação de Jovens e Adultos), e está no equivalente ao 4º e 5º ano do Ensino Fundamental, mesmo ano em que estuda seu neto, na rede municipal de Curitiba.

Antes, dona Maria tinha medo até de andar de ônibus por não saber ler o destino. Hoje, ela vai para a escola com o Felipe, que não deixa ela faltar nenhum dia.

Lição de vida? Nunca é tarde demais!

 

 

 

(via Blog do Missu)