Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Diga que me ama (agora!)

Compartilhar

Love me now

Clique aqui para abrir a galeria de fotos

Diga que me encontrou. Diga, afinal, que me ama

Rebecca Roubion, uma jovem artista de Nashville, descreve sua canção “Love Me Now” como um tributo ao amor. A música faz uma representação da brincadeira infantil do “bem-me-quer / mal-me-quer” sobre as pétalas de rosa, repetindo: “Ele me ama / Ele não me ama”.

“Para mim, a linguagem do amor é feita de palavras positivas. A música fala sobre a espera por ouvir a pessoa dizer ‘eu te amo… preciso de você agora’, simples assim, como para todos os impacientes como eu”, afirma Roubion com um sorriso.

Existe uma mensagem mais profunda na canção? “Ela quer apenas ajudar a iluminar a beleza, a maravilha e a plenitude do amor. É bom recordar que o amor exige trabalho e sacrifício. Nesse sentido, é útil recordar algumas sutilezas do amor na infância. Até em nossa relação com o Senhor, deveria existir sempre espontaneidade e aventura”.

Para saber mais sobre Rebecca Roubion, visite o seu website e fique atento para o lançamento do seu novo álbum, em maio.

Libby Reichert