Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 16 Abril |
Santa Maria Bernarda (Bernadete) Soubirous
home iconReligião
line break icon

O segredo de Jesus para viver em tempos difíceis

Theresa Noble - publicado em 16/03/16

Nós ignoramos isso, sob o nosso próprio risco

Vivemos tempos difíceis.

Não há absolutamente nenhuma dúvida sobre isso.

No Evangelho de Mateus, capítulo 24, Jesus prediz a destruição do Templo em 70 dC, e também profetiza sobre o fim do mundo. Os estudiosos divergem sobre qual evento Ele está se referindo em diferentes pontos do texto. Mas, independentemente dos detalhes, em Mateus 24 Jesus está falando sobre o que acontece em tempos difíceis, e como os cristãos deveriam responder.

Recentemente, um versículo neste capítulo se estendeu para mim.

Jesus diz: “E, crescendo a injustiça, vai esfriar o amor de muitos” (24,12).

Em outras palavras, tempos difíceis podem provocar que as chamas da caridade em nossos corações esfriem.

Jesus então diz: “Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo” (24,13).

Perseverar em quê?

No amor.

Aquele que perseverar no amor será salvo.

Deus nos pede, mesmo em tempos difíceis, para perseverar no amor.

É obra do diabo que a palavra “amor” soe tão “molenga” nesses dias. As pessoas ouvem uma exortação ao amor e muitas vezes demonstram insistência; e nós precisamos ser sensatos. Precisamos proteger nós mesmos e nossos entes queridos. Precisamos lutar contra o mal e gritar a verdade.

Verdade.

Então, como podemos saber com o que o amor verdadeiro se parece?

Amor verdadeiro, o amor ágape, se parece com Jesus.

Jesus era um contador da verdade. Ele deixou as pessoas desconfortáveis. Mas Ele também comeu com pecadores e convidou-os a segui-lo. Ele interagiu e debateu com os escribas e fariseus, até o amargo fim. Ele não levantou as mãos e foi embora, ou atirou pedras contra eles de longe. Jesus recebeu seus inimigos. Ele não desistiu, não importa quão veemente ou vigorosamente tenha discordado do ponto de vista da outra pessoa.

Jesus misturou com seus “inimigos”. Ele permitiu que Judas permanecesse em seu círculo interno até o último momento de sua traição. Ele fez isso, presumivelmente, porque é a coisa cristã a fazer, mas, também, porque Ele queria nos mostrar que o nosso amor deve ser estendido aos outros até que não tenha mais volta.

Jesus ensinou como responder às realidades difíceis com sua exortação para amar nossos inimigos. Ele fez isso para mostrar-nos que o nosso amor, enraizado no amor de Cristo, pode desempenhar um papel em transformar inimigos em amigos de Deus.

E depois há outra razão relacionada que Jesus nos diz para amar os nossos inimigos…

Jesus nos diz para amar os nossos inimigos porque Ele sabe que a resposta humana natural para o mal e para tempos difíceis é que o nosso amor esfrie. E, quanto mais frio se torna o nosso amor, mais nos aproximamos do Inferno, o lugar mais distante do amor de Deus.

Quando nosso amor torna-se frio na face do mal, tornamo-nos o próprio mal que nós odiamos, o próprio mal que Deus odeia. Mas Deus não quer que nos tornemos o mal que Ele odeia, mesmo que seja no processo de lutar contra ele. Jesus quer que nos tornemos como Ele .

Então, nós atiçamos as chamas do nosso amor cristão, fazendo exatamente o que o nosso instinto humano nos diz para não fazer: nós amamos nossos inimigos.

Nós amamos nossos inimigos em vez de permitir que o nosso amor torne-se frio.

Tags:
AmorJesusSofrimentosolidariedadeValores
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Não desprezem o templo nem posem de católicos avançados, alerta o...
3
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
4
Frei Jorge e o cãozinho frei Carmelito
Francisco Vêneto
Humanizar os animais não é amá-los, pois desrespeita sua natureza...
5
São José e a Sagrada Família
Reportagem local
Oração a São José para nos guiar “no caminho da vida”
6
SPANISH FLU
Bret Thoman, OFS
Como o Padre Pio encarou a pandemia de gripe espanhola
7
Aleteia Brasil
Havia um santo a bordo do Titanic?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia