Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Estas são as coisas realmente proibidas

kris krüg-cc
Compartilhar

Leia com atenção

É proibido:
chorar sem aprender,
levantar-se sem saber o que fazer,
ter medo das suas lembranças,
sentir-se sozinho.

É proibido:
não sorrir diante dos problemas,
não lutar pelo que você ama,
abandonar tudo por medo,
não fazer dos sonhos realidade.

É proibido:
não demonstrar seu amor,
descontar o mau-humor nos outros,
abandonar os amigos,
não tentar compreendê-los,
buscá-los somente quando precisa deles,
não perceber que somos diferentes.

É proibido:
não ser você mesmo diante dos outros,
fingir que os outros não importam,
esquecer aqueles que o amam.

É proibido:
não fazer as coisas por você mesmo,
não acreditar em Deus e construir seu destino,
ter medo da vida e dos compromissos,
não viver cada dia como se fosse o último.

É proibido:
sentir saudade de alguém sem alegrar-se,
esquecer seus olhos, seu sorriso, seu abraço,
esquecer o passado,
apagá-lo com o presente.

É proibido:
não tentar compreender as pessoas,
pensar que suas vidas valem mais que a sua,
não saber que cada um tem seu caminho,

É proibido:
não criar a sua história,
deixar de agradecer pela vida,
não dedicar tempo a quem precisa de você,
não compreender que o que a vida lhe dá
ela também pode tirar.

É proibido:
não buscar sua felicidade,
não viver sua vida com uma atitude positiva,
não acreditar que podemos ser melhores,
não perceber que, sem você,
este mundo não seria igual.

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.