Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 25 Julho |
home iconAtualidade
line break icon

ONU conclui primeira semana de negociações sobre a Síria

Agências de Notícias - publicado em 18/03/16

O enviado especial da ONU para a Síria conclui nesta sexta-feira a primeira semana de negociações em Genebra, reunindo-se, sucessivamente, com o regime e a oposição, que quer avançar rapidamente e abordar a questão central da colocação em andamento de uma transição política.

Depois de receber uma delegação de Damasco no meio da manhã e depois a do Alto Comitê de Negociações (ACN, oposição), Staffan de Mistura terá se reunido no total três vezes com cada grupo ao longo da semana.

Para a oposição, já é hora de começar a debater a questão central: as modalidades de uma transição política rápida para por fim a um conflito que esta semana entrou em seu sexto ano.

“Queremos avançar rápido. Queremos evitar um processo que continue estagnado”, afirmou nesta quinta-feira Bassma Kodmani, uma representante do ACN, depois do encontro com o enviado da ONU.

Frequentemente criticado por suas divisões, sua organização caótica e sua legitimidade, o ACN, que reagrupa políticos e representantes dos grupos armados, reelaborou sua estratégia e quer apresentar-se como “um sócio sério” nas discussões.

A oposição entregou na quinta-feira um “memorando detalhado” sobre sua visão do órgão de transição, que supostamente deverá ser colocado em andamento dentro de seis meses, preparar uma nova Constituição e realizar eleições em 18 meses.

“Mantivemos discussões substanciais sobre a transição política”, assegurou De Mistura, declarando-se impressionando pela preparação da oposição. “Espero conseguir a mesma clareza por parte do governo”, acrescentou.

O formato do órgão de transição constitui um dos principais pontos do bloqueio. Para a oposição, é preciso excluir o presidente Bashar al-Assad, enquanto que, para o regime, a transição deve ser conduzida por um governo aberto aos opositores, mas sempre sob a autoridade do atual presidente.

– Brecha importante –

O enviado da ONU admitiu na quinta-feira que a brecha entre os dois grupos é importante, mas considerou que ambos estão de acordo sobre princípios cruciais, como a unidade e a integridade do país.

De fato, o regime e a oposição rejeitaram unanimemente o anúncio dos curdos sírios sobre o estabelecimento de um sistema federal para as zonas do norte do país sob seu controle.

Atores indispensáveis na crise, os curdos controlam atualmente 14% do território sírio (26.000 km2) e três quartos da fronteira sírio-turca. No entanto, não estão incluídos nas negociações em Genebra pela oposição taxativa da Turquia, que vê seu partido, o PYD, como uma extensão do PKK (curdos turcos), que considera terrorista.

No terreno, a trégua imposta em 27 de fevereiro por Moscou e Washington se mantém, apesar de algumas violações esporádicas.

Os últimos três dias tem sido surpreendentemente tranquilos, segundo palavras de De Mistura, que, apesar disso, lamentou a lentidão do processo de distribuição de ajuda humanitária.

Um grupo de trabalho apoiado pela ONU apresentou na quinta uma proposta à Síria para que a ajuda possa chegar a um milhão de sírios sitiados antes do final de abril, apesar de o chefe deste grupo, Jan Egeland, reconhecer que a colocação em prática desse plano depende fundamentalmente de Damasco.

De Mistura afirmou na quinta que a questão dos presos políticos – milhares de pessoas – também era uma de suas prioridades.

“Também há a questão dos sequestros”, acrescentou, referindo-se aos grupos rebeldes.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
3
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
4
Papa Francisco
Reportagem local
Papa: como não culpar Deus diante da morte de um ente querido
5
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
6
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
7
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia