Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 21 Janeiro |
São Sebastião
home iconPara Ela
line break icon

A rendição do marido

Russell E. Saltzman - publicado em 24/04/16

“Amarás o teu próximo como a ti mesmo”: é uma boa aposta que inclui o próximo com quem você se casou

Minha esposa irá para um retiro de mulheres no final do mês. Eu tenho um papel nisso, de acordo com uma carta que recebi do líder do retiro. Pedem-me para escrever uma carta para minha esposa. A carta será entregue a ela durante o retiro. Ela não pode saber sobre isso, mesmo que os leitores da Aleteia vejam algumas partes primeiro. Comunico meu “encorajamento e apoio”, e “crescimento contínuo na vida católica cristã”.

Eu estava desconfiado do envelope que levou a carta. Existia apenas um endereço de retorno, e o endereço revelava que era da vizinhança, onde sou presidente da associação de moradores este ano. Quase ninguém escreve agradáveis cartas aos membros do conselho de moradores. Eu, naturalmente, temia o pior.

Eu estava certo, mas pelo motivo errado. Eu não faço bem, não bem a todos, falando sobre fé e crescimento, vida espiritual interior, e eu não apimento minhas conversas com “louvar o Senhor” ou “obrigado, Jesus” ou comentários intrusivos. Minha religião não está na minha manga. É parte de mim, claro, mas muitas vezes fica expressa intelectualmente, academicamente. Pergunte-me como me sinto e eu vou ter que fazer uma consulta e responder para você na próxima semana. Isso é coisa de introvertido.

O líder do retiro, felizmente, parece já saber disso. Sua carta dizia: “mesmo as palavras ‘eu te amo’ em um pedaço de papel amassado terão impacto”. Papel amassado? Está falando a minha língua. O líder do retiro de alguma forma me conhece muito bem.

Minha esposa iria entender um pedaço de papel amassado com um sentimento rabiscado.

Mas a minha parte no retiro da minha esposa me fez pensar: será que eu desempenho um papel na sua vida de fé como fonte de encorajamento? Eu preciso pensar sobre isso.

Começo aqui. Talvez o primeiro passo seja um reconhecimento: Deus nos ama tanto e mostra seu amor através de Cristo.

Com um casamento cristão, devo demonstrar amor como marido: que em meu amor por ela posso encontrar algum indício do amor de Cristo em sua vida. “Maridos”, disse São Paulo, “amem as vossas esposas”, e acrescenta: “como Cristo amou a Igreja…”.

“Amor” fica complicado. Nós pensamos em sentimento quando pensamos “amor”. Nossa ideia é bastante limitada. Mas a palavra grega que Paulo usou, ἀγαπᾶτε, significa “mostrar o amor a”, ou “ágape: amor verdadeiro”. Paulo fala sobre amor como verbo, uma ação. Tomás de Aquino coloca-o como “querer o bem do outro”.

O grego tem outras palavras para “amor”. Eros, por exemplo, significa “desejar o bem do outro”. Eros é sentimento, grande atração; começa com um estrondo. Mas a sensação pode desgastar ao longo do tempo, “desejar o bem do outro” é atemporal e reforça uma ligação conjugal. Se o amor vai mantê-los juntos, vai ser esse tipo e dificilmente qualquer outro.

Quando Jesus respondeu a uma pergunta sobre o amor em São Marcos, ele respondeu, “amarás o teu próximo como a ti mesmo”. É uma boa aposta que inclui o próximo com quem você se casou.

Como você se ama? Você tem o cuidado de ver que você tem o suficiente para comer, um teto para morar, roupas para vestir, certo? Você sabe como incentivar-se diante de um desafio, não é? Você respeita a si mesmo? Isso é como o “amor” funciona para o próximo que é a esposa.

Tudo isso imita “como Cristo amou a Igreja e se entregou por ela”. Isso acrescenta algo inesperado. “Para mostrar o amor à “esposa, “o querer o bem do outro”, é ser um afetuoso marido atento a entregar a si mesmo a um amor ainda maior, igual ao de Cristo.

Russell E. Saltzman é colunista web  na revista First Things e vive em Kansas City, Missouri. Seu livro mais recente é Speaking of the Dead. Siga-o no Twitter: @RESaltzman .

Tags:
AmorCasamentomarido
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
2
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
3
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vezes por dia
4
Aleteia Brasil
O testemunho de São Sebastião, o soldado mártir do Império Romano
5
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
6
Pope Audience Wednesday
Vatican News
A importância de ir à Missa aos domingo, segundo o Papa Francisco
7
JOE BIDEN
Francisco Vêneto
Joe Biden nomeia defensora do aborto para dirigir ações humanitár...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia