Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Um pequeno monge robô ensina budismo na China

Master Xianfan looks at robot monk Xian'er as he demonstrates the robot's conversation function during a photo opportunity in Longquan Buddhist temple on the outskirts of Beijing, April 20, 2016. REUTERS/Kim Kyung-Hoon
Compartilhar

Um pequeno monge robô ensina budismo na China

 

Imagine por um momento que você é um jovem monge budista, subindo uma montanha íngreme em busca de um professor que pode dar-lhe as respostas que você procura no seu caminho para a iluminação. Agora se imagine chegando à porta de um templo, no topo da colina, e o professor que o recebe na porta é um pequeno robô, envolto no que parece ser o clássico hábito budista chinês e, com sua voz metálica, cumprimenta e aconselha, recitando algumas das máximas clássicas do budismo chinês.

Bem, este robô existe, e é chamado Xian’er. Criado por Xian Fan, o robô é capaz de responder perguntas, e sua equipe de programação está trabalhando constantemente na expansão de seu banco de respostas. Para Fan, Xian’er é apenas mais uma maneira de ensinar budismo, utilizando meios que podem ser atrativos para o público contemporâneo. Talvez seja uma lição que pode ser aplicada em outros contextos, tanto culturais como religiosos.

Boletim
Receba Aleteia todo dia