Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 28 Janeiro |
Santa Angela de Mérici
home iconAtualidade
line break icon

A palavra "cretino" é derivada de "cristão"?

Gelsomino Del Guercio - publicado em 18/05/16

Texto de matemático italiano gerou polêmica

A palavra “cretino” é derivada de “cristão“?

Esta foi a interpretação adotada pelo matemático italiano Piergiorgio Odifreddi no início de seu livro “Por que não podemos ser cristãos (e muito menos católicos)”. A afirmação gerou polêmica na Itália. Escreveu Odifreddi:

“Com o passar do tempo, a expressão (‘cristiano’, ou cristão em italiano) passou a indicar primeiro uma pessoa qualquer, como no inglês ‘christened’, literalmente ‘nomeado’ ou ‘chamado’ e, depois, um ‘coitado’. O próprio termo ‘cretino’ deriva de ‘cristão’ (através do francês ‘crétin’, que vem de ‘chrétien’, ou seja, ‘cristão’), com uso já atestado na Enciclopédia em 1754: ‘…porque tais indivíduos eram considerados pessoas simples e inocentes, ou porque, estúpidos e insensatos como são, parecem quase absortos na contemplação das coisas celestiais’”.

DÚVIDA NA ACADEMIA

A Academia della Crusca, a mais prestigiosa instituição linguística da Itália, contesta a interpretação “radical” de Odifreddi dizendo não estar claro a quem se refere a expressão “tais indivíduos” no fragmento que ele menciona.

De fato, o Vocabulário Etimológico da Língua Italiana, de Ottorino Pianigiani, afirma que o termo cretino “corresponde ao francês crétin, ou, no dialeto da Gironda, crestin, e é o nome dado a cada uma das pobres criaturas de pequena estatura, mal moldadas, com grande bócio, encontradas especialmente nos vales dos Alpes Ocidentais; para alguns, do latim christianus (fr. chrétien), porque tais indivíduos eram considerados pessoas simples e inocentes, ou porque, estúpidos e insensatos como são, parecem quase absortos na contemplação das coisas celestiais”.

Na referência aos habitantes dos vales alpinos, o autor está falando de uma doença grave e relativamente rara, conhecida como cretinismo: trata-se de uma diminuição da atividade tireoidiana que afeta o desenvolvimento físico e intelectual. Essa condição ocorria com mais frequência nos vales dos Alpes e era atribuída ao consumo de água obtida das neves derretidas.

BRINCANDO COM A SEMÂNTICA

Os acadêmicos sugerem que é possível brincar, como faz Odifreddi, “com a semântica escorregadia da palavra cretino porque ela é polissêmica, embora hoje não seja imediatamente percebida como tal”. Mas não se pode parar nas aparências. O vocabulário de Pianigiani é datado de 1907 e, ao longo do tempo, o termo tomou duas acepções diferentes: a) pessoa de pouca inteligência; b) pessoa afetada pela doença chamada cretinismo.

A Academia italiana prossegue: “Não estamos diante de dois termos homônimos, aos quais, nos dicionários, se dedicam duas entradas diferentes e para os quais se lançam diferentes hipóteses de origem e desenvolvimentos: a raiz etimológica de ‘cretino’, em ambas as acepções, é, efetivamente, o termo ‘cristão’, como já sugeria Pianigiani”.

CRISTO SOFREDOR

É interessante, a este respeito, estudar a evolução semântica que fez um termo referido aos seguidores do cristianismo passar a indicar as pessoas afetadas por certo tipo de doença.

De acordo com alguns (Le Robert, ATLIF, Devoto Oli, Dir), esta transformação é explicada pelo uso de eufemismos: para identificar os doentes, a palavra era usada no sentido comiserativo de ‘pobre homem’, ‘coitado’, em referência à imagem do Cristo sofredor“.

CRETINICE?

Como quer que seja, o que realmente corre sério risco de parecer “cretino”, na acepção atualmente mais comum da palavra, é descontextualizar fatos para tentar com isso ridicularizar alguém. Principalmente se quem procura ridicularizar o outro se apresenta como autoridade “científica”.

Tags:
Arte
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Pe. Robson de Oliveira
Reportagem local
Processo contra pe. Robson está arquivado definitivamente, notici...
2
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
3
ROSARY
Reportagem local
Exorcista alerta sobre os perigos de "falar" com os mortos
4
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
5
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da missa
6
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
7
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia