Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 19 Outubro |
Santos Mártires Canadenses
Aleteia logo
home iconReligião
line break icon

Ir à Missa melhora a saúde?

The Michigan Catholic

ACI Digital - publicado em 18/05/16

Confira o que a ciência diz sobre isso

Segundo um estudo publicado na edição online da revista ‘Jama Internal Medicine’, assistir a ofícios religiosos reduz o risco de morte.

Conforme informações do jornal espanhol ‘ABC’, um grupo de investigadores da Harvard Chan School of Public utilizou os dados estatísticos de 74.534 mulheres que participaram entre 1992 e 2012 em um relatório sobre a saúde das enfermeiras.

Elas responderam a cada dois anos os questionários sobre sua dieta, estilo de vida e estado de saúde, e a cada quatro anos sobre sua participação nos serviços religiosos.

De todas as mulheres analisadas, 14.158 declararam que vão à Missa mais de uma vez por semana, 30.401 participavam pelo menos uma vez por semana e 17.872 nunca foram.

As mulheres que assistiam regularmente às celebrações religiosas – a maioria eram católicas ou protestantes – sofriam menos sintomas de depressão e menos crises de ansiedade.

Além disso, entre as enfermeiras que participavam da Missa mais de uma vez por semana tinham 33 por cento menos risco de morrer comparado com o resto das mulheres que nunca participavam dos ofícios religiosos.

Um dado interessante também se refere às mulheres que vão à igreja uma vez por semana. Elas tinham 27 por cento menos de risco de morrer por doenças cardiovasculares e 21 por cento menos riscos de sofrer de câncer em relação às outras.

Um dos autores do estudo e professor de epidemiologia, Tyler J. VanderWeele, apotnou que “os benefícios de participar dos serviços religiosos parecem estar relacionados com um maior apoio social, menos consumo de tabaco e um menor risco de sofrer depressão, pois estas pessoas têm uma perspectiva mais otimista e esperança de vida”

Os autores precisam que dentro do número de pessoas pesquisadas incluía mulheres de raça branca, de nível socioeconômico semelhante e todas enfermeiras por profissão.

(via ACIdigital)

Tags:
CiênciaSaúde
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
2
AVENIDO BROTHERS
Agnès Pinard Legry
Três irmãos são ordenados padres no mesmo dia
3
MARRIAGE
Matrimonio cristiano
Beijar a aliança todos os dias: uma indulgência especial aos casa...
4
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
5
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
6
Reportagem local
O grande crucifixo submerso que só pode ser visto quando o lago c...
7
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia