Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

The Corrs: o retorno da banda após uma perda

Compartilhar

E quando a música torna-se um misto de alegria e dor?

Clique aqui para abrir a galeria de fotos

The Corrs está de volta depois de um “período sabático” que durou 10 anos. Na década de 90 e início dos anos 2000, a banda formada pelos irmãos irlandeses multi-instrumentistas não passou despercebida. O grupo emplacou sucessos como Radio, Runaway, Dreams, What can I do?, Breathless – trilha sonora do filme The wedding date (Muito bem acompanhada) – entre tantos outros, o que rendeu-lhe a soma 60 milhões de discos vendidos ao longo da carreira e o reconhecimento mundial através de vários prêmios.

#TheCorrsComeBack em 2016 em nome da família

A perda do pai, Gerry Corr (82), em 2015, teria motivado o retorno dos irmãos. A primeira vez que foram vistos cantando juntos novamente foi justamente durante o velório do pai. A canção que apresentamos nesta reportagem, inclusive, foi feita em tributo ao patriarca da família de músicos e faz parte da trilha sonora do novo álbum White light (2016). E não foi a primeira vez que a dor superada transformou-se em música e entrou para as paradas de sucesso. A canção Angel, lançada em 2004, foi um tributo à mãe, Jean Corr (57), que faleceu em 1999.

O fim da banda em 2006: uma escolha por amor

Para quem acompanha o som dessa família, reconhece de cara que ela nunca se rendeu aos clichês e corajosamente apostou em suas raízes para compor a sua musicalidade. Mas o que muitos não sabem é que o grupo formado por Andrea Corr (voz), Caroline Corr (bateria e voz), Jim Corr (guitarra, teclado e voz) e Sharon Corr (violino e voz) tem uma história para contar além da trajetória artística. O que levaria uma banda, no auge da carreira, a simplesmente parar com as atividades repentinamente em 2006? Responderemos com a entrevista concedida por Sharon em um vídeo promocional do novo cd, publicado pela banda em seu canal oficial do youtube: “Queríamos dedicar tempo a nós e a nossas famílias, filhos, etc”. Veja a entrevista aqui.

Ou seja, deu para ver que até nisso eles não são nada convencionais: são capazes de arriscar tudo ou retomar tudo em nome daquilo que verdadeiramente importa. Quem realmente tería a coragem de deixar o prestígio, o sucesso e o reconhecimento em nome de um bem maior? E mais: quem é capaz de sair da zona de conforto para superar e superar-se?

Mirticeli Dias

*Acesse o nosso facebook para conhecer mais bandas e cantores que possuem uma musicalidade que toca a alma

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.