Aleteia
Segunda-feira 26 Outubro |
São Fulco
Atualidade

França e Grã-Bretanha pressionam ONU por lançamento de ajuda na Síria

@DR

Agências de Notícias - publicado em 03/06/16

França e Grã-Bretanha pressionavam nesta quinta-feira a ONU para que envie ajuda por via aérea às localidades cercadas na Síria, em especial à cidade rebelde de Daraya, onde um comboio humanitário pôde entrar pela primeira vez desde 2012, embora sem comida.

O enviado especial adjunto da ONU para a Síria, Ramzy Ezzeldin Ramzy, já anunciou nesta quinta-feira que o lançamento de ajuda não é iminente.

“Enquanto o Programa Mundial de Alimentos não tiver terminado seu planejamento, acredito que não haverá ajuda iminente, no entanto o processo que dará lugar aos lançamentos já começou”, declarou Ramzy aos meios de comunicação.

Na guerra contra o grupo Estado Islâmico (EI), as forças árabe-curdas abriram um novo front no norte do país, e nesta quinta-feira estavam a 10 km da cidade de Minbej, principal via de abastecimento da Turquia a Raqa, a proclamada “capital” do califado na Síria.

Ao mesmo tempo, aviões da coalizão liderada pelos Estados Unidos jogaram munição para os rebeldes que combatem o EI ao norte de Aleppo, na região de Marea, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos e um oficial americano.

No Iraque, as forças governamentais e seus aliados seguiam combatendo centenas de extremistas que resistem em Fallujah, reduto do EI a 50 km de Bagdá e principal alvo da ofensiva lançada em 23 de maio.

Na ONU, o Conselho de Segurança se reunirá de urgência na sexta-feira para decidir se envia ajuda via aérea às cidades cercadas. No mês passado, os 20 países do Grupo Internacional de Apoio à Síria (GISS) fixaram o dia 1º de junho como data limite para que os comboios pudessem ter acesso às cidades cercadas e, se não fosse o caso, a ONU realizaria o lançamento de ajuda pelo ar.

Na quarta-feira, após a entrada em vigor de uma trégua de 48 horas em Daraya por iniciativa russa, o regime sírio autorizou pela primeira vez desde 2012 o acesso de ajudas a esta cidade, situada a 10 km de Damasco.

Mas esta ajuda não incluía alimentos, para desespero dos habitantes desta localidade, uma das primeiras a se levantar contra o regime em 2011 e 90% destruída.

O regime tenta há quatro anos recuperar Daraya, cidade estratégica situada a apenas 15 minutos de carro do centro de Damasco e sobretudo muito próxima à base aérea de Mazze.

Vinte e três civis mortos em Aleppo; atentado em LatakiaPelo menos 23 civis, entre eles seis crianças, morreram nesta quinta-feira em bombardeios das forças do regime sírio contra zonas controladas pelos rebeldes na cidade de Aleppo, no norte da Síria, informou a Defesa Civil.

Um atentado a bomba também sacudiu nesta quinta-feira a cidade de Latakia, reduto do regime de Bashar al Assad, deixando dois mortos perto de uma mesquita, no noroeste da Síria, segundo a agência síria Sana.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) informou, por sua vez, sobre três mortos no ataque suicida.

Na Síria, onde a guerra já deixou mais de 280 mil mortos em cinco anos, as forças que combatem o grupo EI concentravam suas operações na província setentrional de Aleppo, onde querem recuperar Minbej, 40 km ao sul da fronteira com a Turquia, para tentar pressionar um pouco mais os extremistas.

As Forças Democráticas Sírias (FDS), dominadas pelos curdos e apoiadas por via aérea pela coalizão internacional liderda pelos Estados Unidos, “já reconquistaram umas vinte cidades e estão a 10 km de Minbej”, afirmou à AFP Rami Abdel Rahmane, diretor do OSDH.

As autoridades alemãs anunciaram nesta quinta-feira terem frustrado um plano de atentado do EI e detido três sírios. Seu plano era se fazer explodir no centro histórico de Duesseldorf (oeste).

Todos chegaram separadamente à Europa através da Grécia em março e julho de 2015.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco e casais homossexuais: o que e...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia