Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Outubro |
Santo Angelo de Acri
home iconAtualidade
line break icon

Homem rouba carro, mas se arrepende e o devolve com uma carta de desculpas

Razões para Acreditar - publicado em 08/06/16

“Moça, desculpa ter roubado teu carro, me arrependi. Não tirei nada dele. Só a mochila que eu ia dar para o meu filho, mas me arrependi. Desculpa."

Um sentimento profundo de arrependimento tomou conta do homem que roubou o carro da comerciante Pâmela Ortolon, um Hyundai HB20, no dia 1º de junho, em Canoas, no Rio Grande do Sul.

O assalto enquanto Pâmela estacionava o carro, onde levava o filho, perto da casa de uma amiga, quando foi abordada pelo rapaz, que exigiu o veículo.

“Ele mostrou a arma na cintura, e fez um barulho com ela, como se estivesse engatilhada. Era um revolver cromado. Percebi que não estava nervoso, e isso nos deixou calmos. Ele disse para mandar meu filho, que estava ao lado do motorista descer. Ainda puxei minha bolsa de dentro do carro antes de ele sair”, contou Pâmela ao Jornal NH.

Eles correram até um estabelecimento próximo de onde conseguiram telefonar para os familiares. De lá, Pâmela e o filho foram à Central de Polícia registrar o ocorrido. Fora a mochila do menino, nada mais foi levado no carro nem tirado. Pâmela só foi se dar conta no dia seguinte.

Na quinta-feira (2), Pâmela recebeu um telefonema da escola do filho dizendo que o ladrão havia deixado a mochila do menino perto da escola. A chave do carro estava dentro da mochila, e, num dos cadernos, o bilhete em que o assaltante se declarava arrependido. No entanto, o automóvel já havia sido encontrado pela polícia antes.

“Foi uma surpresa, uma boa surpresa. Além de recuperar o carro, de certa forma fico feliz por ele. Disse que está desempregado, mas que não serve para ser ladrão. Ia ficar com a mochila para dar ao filho, mas desistiu também. Deve ter sido um momento de desespero”, conta Pâmela.

Leia a carta na íntegra:

“Moça, desculpa ter roubado teu carro, me arrependi. Abandonei ele na Rua Primeiro de maio, não tirei nada dele. Só a mochila que eu ia dar para o meu filho, mas me arrependi e vou abandonar ela perto do La Salle. Desculpa. Também sou vítima da sociedade, mas não sirvo para ladrão. A arma era de brinquedo. Que o susto sirva de exemplo para todos nós. Para mim também não foi fácil. Vou continuar procurando emprego. Nunca deixe a chave na ignição. Você é muito linda e desculpe pelo que fiz você passar. Obs.: a bolsa eu deixei você levar na hora.”

(via Razões para Acreditar)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Perdão
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Reportagem local
França: atentado na basílica de Notre Dame em...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia