Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco
Estilo de vida

Por que a terceira idade pode ser, sim, a melhor idade

Facebook - publicado em 14/06/16

"Dou-lhes aqui meu depoimento absolutamente sincero: aos 83 anos, vivo a melhor fase de minha vida"

O jornalista Ethevaldo Siqueira publicou no seu Facebook um post belíssimo sobre a terceira idade. Leia a seguir:

POR QUE A TERCEIRA IDADE PODE SER, SIM, A MELHOR IDADE

Por Ethevaldo Siqueira

Com três filhos, cinco netos e uma bisneta sou um homem feliz. (Ela não é linda?). É claro que tenho problemas, como milhares de outros idosos e brasileiros que enfrentam o desafio de viver neste País que amamos, mas que é tão complicado e ainda tão pouco desenvolvido cultural e eticamente.

Dou-lhes aqui meu depoimento absolutamente sincero: aos 83 anos, vivo a melhor fase de minha vida. Rio daqueles que duvidam de minha palavra e se apavoram com o envelhecimento. Ao fazer o balanço das vantagens e das desvantagens da terceira idade, percebo – no meu caso pessoal – que o saldo é largamente positivo. E vou detalhar um pouco mais as razões dessa conclusão.

Sinto que sou hoje um ser humano muito mais feliz e mais realizado do que os imaturos, radicais e inexperientes que consideram estupidez achar que a terceira idade possa ser a melhor idade. Não generalizo essa possibilidade, mas, com base em minha experiência pessoal, dou-lhes meu depoimento. Confiram minhas razões:

• Hoje, entendo melhor a humanidade.

• Tolero mais as pessoas, embora tenha muito maior consciência de minhas limitações.

• Adoro meu trabalho profissional, como jornalista, professor, palestrante e consultor independente.

• Assim, sinto grande alegria em poder trabalhar até 8 ou 10 horas por dia, desde 1950, há 66 anos, portanto.

• Por trabalhar mais, ganho um pouco mais e posso viver com mais dignidade, por não depender da aposentadoria miserável que recebo.

• Posso desfrutar o melhor da vida.

• Viajo quatro vezes por ano pelo mundo para trabalhar e consigo esticar um pouco para descansar.

• Adoro degustar os melhores pratos e os melhores vinhos, quase sem nenhum excesso.

• Tenho imenso prazer em ouvir diariamente a melhor música do mundo e dar minha contribuição política.

• Eu teria mais uma dúzia de razões para acrescentar aqui, mas acho que estas bastam, como exemplos.

Digo tudo isso porque li neste Facebook um pequeno texto de uma colega a quem prezo muito. Para minha amiga, “imbecil é quem diz que esse período (a terceira idade) é a melhor idade”. Não me senti ofendido com a carapuça de “imbecil” que foi colocada na minha cabeça por simples divergência de opinião. Discordo dessa visão tão extremada. E tudo que escrevo aqui é para demonstrar que a terceira idade pode ser algo extraordinário. Eis aqui minhas razões.

DEZ COISAS QUE PODEM DAR CERTO

Vou resumir a seguir, de forma bem sintética, as razões que podem fazer com que eu, você e quase todas as pessoas possamos nos chegar à “melhor idade” quando muitos se sentem acabados e decadentes.

1. APRENDA A ENVELHECER. A melhor idade resulta da experiência acumulada pelo ser humano, em conhecimento e sabedoria, no sentido de saber viver melhor. O que é essencial para se chegar a este resultado tão positivo consiste, a meu ver, em aprender a envelhecer. Nesse sentido me sinto privilegiado, porque acho que aprendi a envelhecer.

2. ACUMULE CULTURA E SABEDORIA. De forma bem explícita: cultura e sabedoria são cumulativas. Nosso cérebro se assemelha a um celeiro em que se acumula a experiência adquirida ao longo de nossa vida, como saldo de tudo que aprendemos com nossos erros e nossos acertos.

3. FAÇA A MAIS DURA AUTOCRÍTICA. Seja implacável consigo mesmo. Ponha em dúvida sua própria capacidade, sua pretensa inteligência e talento. Nunca se julgue um gênio (mesmo que os amigos e bajuladores repitam esse elogio todos os dias). Só acredite depois de receber o Prêmio Nobel. Você não evoluirá se não fizer a reavaliação diária de sua existência, de seu trabalho, de seus problemas e desafios. Sem essa revisão permanente de metas e objetivos, você tenderá a sentir-se frustrado, sem perspectiva. E uma advertência: essa autocrítica permanente nada tem de humilhante. Pelo contrário, ela nos dá uma sensação de confiança e de capacidade de aperfeiçoamento permanente.

4. ARREPENDA-SE DE SEUS ERROS. Conheço pessoas que insistem em proclamar que não se arrependem de nada do que fizeram em sua vida. Pobres diabos. De duas, uma: não têm a menor autocrítica ou se julgam perfeitos, verdadeiros santos. De minha parte, confesso que me arrependo, todos os dias, dos erros que cometi ao longo da vida, no ano passado ou a meia hora atrás.

5. DO QUE ME ARREPENDO. Arrependo-me de mil coisas que fiz em minha vida. De ter sido muito radical na juventude. De ter sido muitas vezes pretensioso quando aprendia um pouco mais do que a média das pessoas. De ter sido arrogante com aqueles que me enfrentavam sem muito preparo. De ter sido cruel e arrogante com meus interlocutores. Mas, bendigo as lições que recebi em que me senti castigado e até humilhado por outros, mais capazes ou mais cultos do que eu. Em síntese, ter plena consciência de nossos erros é condição essencial para o aperfeiçoamento permanente do ser humano. Equivale a um salto psicológico e espiritual.

6. CUIDE DE SUA SAÚDE. OBSESSIVAMENTE. A saúde na terceira idade depende de como vivi e dos cuidados pessoais que tive desde a infância até hoje. Velhice sem saúde ou sem qualidade de vida é um inferno prolongado. Nunca fui um modelo nessa área. Fumei dos 20 aos 40 anos. Da juventude até os 40 anos, cometi excessos gastronômicos, de diversões e de trabalho. Felizmente, abandonei o cigarro ainda em tempo de salvar meus pulmões. Quanto à forma física, só há três anos me convenci de que devia reeducar meus hábitos alimentares e eliminar DEFINIVAMENTE o sobrepeso, mas de forma lenta e contínua. É o que faço há 26 meses.

7. RELACIONE-SE BEM. Vejam o que acontece, com tanta frequência, aqui nesta rede social, nos comentários ou nas discussões. Os imaturos são os que dão um show de estupidez, com seu prazer idiota de sempre “chutar o pau da barraca” em qualquer debate. Querem impressionar a plateia por sua ousadia verbal (ou melhor, sua ignorância). Se você chegou até aqui, talvez não precise muito deste conselho. Mas nunca é demais lembrar que nosso relacionamento com qualquer interlocutor deve ser marcado por muito mais polidez, equilíbrio, paciência e capacidade de reflexão permanente.

8. A VIDA É A GRANDE ESCOLA. Aprender com a vida é uma conquista que não tem preço. Em especial quando aprender a ser mais simples, mais humildes e a respeitar nosso semelhante, sempre. Ensina-nos a ser tolerantes e polidos, sempre e cada vez mais, com as pessoas das quais discordamos. Mostra-nos que é possível vencer os preconceitos de todos os tipos.

9. NÃO RESISTA AO HIDRÓFOBO. Se toda paciência que sugiro não for suficiente, não queira revidar as ofensas e xingamentos. Em lugar de oferecer a outra face, que é a mais bela utopia cristã, eu lhe aconselho: caia fora, você estará atirando pérolas aos porcos.

10. MEU PARADIGMA. Meu modelo inesquecível, meu melhor exemplo de vida perfeita na terceira idade foi Alceu de Amoroso Lima, o Tristão de Ataíde (1893-1983). Com quase 90 anos, além de sua cultura ímpar, esse brasileiro enfrentou a ditadura militar, fez palestras e escreveu artigos corajosos e irrespondíveis. Como dizia, com bom humor, um professor da USP, meu amigo, “não se fazem mais intelectuais antigamente. Em especial, como Alceu de Amoroso Lima”.

Leia o post original no Facebook

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
FamíliaInteligencia emocionalTrabalhoVidaVirtudes
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia