Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

O último dia de Pompeia em uma animação

Compartilhar

Vídeo reproduz a erupção do Vesúvio que acabaria com a antiga cidade do sul da Itália

 

O Vesúvio é o único vulcão ativo na Europa continental. Localizado na costa oeste da Itália, é conhecido pela erupção que, no ano 79 d.C., devastou a cidade de Pompeia. Ainda hoje, o Vesúvio é considerado uma ameaça potencial para Nápoles e os vilarejos vizinhos que crescem nas encostas do vulcão.

Segundo Sêneca (filósofo do Império Romano), quando o Vesúvio devastou Pompeia no ano 79, a cidade estava se recuperando da devastação causada por um terremoto do ano de 62.

Plínio, que viu a erupção do vulcão a partir da cidade vizinha Miseno, descreveu a coluna de fumaça como “semelhante a um pinheiro Mediterrâneo. Como se fosse uma árvore excepcionalmente alta, a coluna de fumaça ergueu-se e expandiu-se em diferentes ramos. Às vezes branco, às vezes manchado por areia e cinzas”.

Este vídeo, produzido pela Zero One para o Museu de Melbourne, mostra a evolução da erupção, hora a hora, vista a partir da própria Pompeia.

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.