Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Receba o nosso boletim

Aleteia

Você não tem momentos de diversão? Cuidado, sua vida corre perigo

Compartilhar

A felicidade e as risadas produzidas pela diversão trazem grandes benefícios para a saúde

O trabalho, os problemas, as múltiplas obrigações, as pressões, o lar, os conflitos: tudo isso nos faz esquecer o quão importante é divertir-se para o nosso bem-estar emocional.

As atividades de lazer oferecem incríveis benefícios à saúde física e mental, já que melhoram o humor, fortificam a motivação e aumentam a tolerância ao estresse. A diversão é esse respiro que damos ao corpo para recarregar baterias e receber a fortaleza necessária para enfrentar os diferentes desafios da vida.

Diversão X rotina

Para divertir-se, não é preciso estar de férias permanentemente nem gastar dinheiro. Basta divertir-se com as coisas pequenas e lutar continuamente contra a perigosa ameaça da rotina. Por isso, é importante aprender a divertir-se o tempo todo, dando a cada dia um tom alegre e positivo, propiciando espaços de distração continuamente.

Como afirma Fernando Azor, diretor do Centro de Psiquiatria e Psicologia Clínica e Jurídica de Madri, “o ócio é uma forma de desconexão cuja utilidade psicológica está especialmente centrada em favorecer nas pessoas uma ruptura com outras atividades realizadas cotidianamente”.

O médico continua: “Em si, ‘mudar’ já é terapêutico. De fato, quando a pessoa sente que está cansada ou entediada com sua vida cotidiana, é mais importante que faça coisas diferentes, ainda que exijam esforços físicos, do que passar horas deitado na cama ou no sofá. A mente descansará mais e o benefício pessoal também será maior”.

O que fazer para divertir-se?

Isso depende dos gostos individuais. Podem desfrutar de um filme, de ouvir música, caminhar ao ar livre ou no campo, cozinhar com os filhos, passar uma tarde com a família, fazer artesanato, praticar a arte, a culinária, a jardinagem, cuidar de animais, dançar… Enfim, qualquer atividade saudável é válida para a recreação.

Outros, pelo contrário, já se esqueceram até do que é o lazer e até apagaram da sua mente as atividades de que gostavam. Para esse tipo de pessoas só há espaço para o trabalho e demais deveres. Os conflitos constantes fazem que o sorriso se perca e os tempos felizes sejam escassos, com os seguintes pretextos: “Não tenho tempo para lazer”, “Tenho coisas mais importantes para fazer”, “A diversão é para os irresponsáveis”.

A vida dessas pessoas pode estar em perigo e, se este for o seu caso, fique alerta e não se permita cair em um estado mental de depressão, estresse extremo ou doenças físicas provenientes do seu estilo de vida atual.

O mais provável é que, no começo, seja difícil habituar-se com a recreação, e algumas vezes você poderá se sentir culpado, pensando que isso é uma perda de tempo. No entanto, quando começar a sentir esse alívio, notará uma sensação de bem-estar e liberdade indescritíveis.

Benefícios para a saúde

Assim como nosso corpo precisa dormir e descansar para repor-se e poder funcionar adequadamente, precisamos nos divertir para recuperar-nos do desgaste emocional e psicológico. As risadas e a felicidade produzidas pela diversão oferecem muitos benefícios, entre eles:

– Melhoram a respiração e a circulação, favorecendo o coração.
– Ajudam na digestão.
– Fortalecem o sistema imunológico.
– Liberam endorfinas, que eliminam naturalmente a dor e produzem uma sensação de bem-estar geral.
– Redizem a tensão e a ansiedade.
– Melhoram os relacionamentos.
– Permitem desenvolver uma atitude positiva diante da vida.
– Favorecem a autoestima.

Teste sua capacidade de divertir-se

As seguintes perguntas o ajudarão a refletir sobre sua capacidade de divertir-se e relaxar:

– Quanto tempo por semana você dedica à diversão, ao descanso e ao ócio?
– Tudo na sua vida é trabalho, preocupação, estresse, conflitos?
– O que você faz para fugir dos problemas?
– Como você se diverte em família?
– Com que frequência você passa um tempo com seus amigos?
– Quando quer relaxar em um momento de tensão, em que você pensa?
– Que atividades você poderia realizar para acabar com a rotina?
– Quanto tempo por semana você dedica a você e só a você?