Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 31 Outubro |
Beato Domingos Collins
home iconReligião
line break icon

O diabo odeia o Papa. Aqui está o porquê

Theresa Noble - publicado em 27/06/16

O diabo te odeia; ele me odeia. Mas ele reserva um ódio especial para alguns

Existem muitas coisas que o diabo odeia. Afinal de contas, ele é um mentiroso e pai da mentira. E mentirosos odeiam.

Mas quem o diabo odeia mais do que ninguém?

O mentiroso odeia Deus, que é a Verdade.

Se o diabo odeia Deus e também odeia a bondade, então ele odeia tudo no mundo que o faz lembrar de Deus e do que ele perdeu. Ele odeia você, ele me odeia. Mas ele reserva um ódio especial para alguns.

O diabo odeia Maria. Há uma razão para as pessoas se odiarem e frequentemente insultarem a mãe do outro. Não há nada mais especial do que a mãe de outra pessoa. E esta mãe não é qualquer mãe. Ela é a Mãe de Deus. E um ser humano. Para o diabo, apenas o pensamento de que Deus iria encarnar-se no seio de um ser humano comum é verdadeiramente repugnante. Que este ser humano comum seria coroado rainha do céu e da terra, é absolutamente revoltante para o diabo.

O diabo odeia sacerdotes. Nós não falamos sobre isso como muitos falam, mas é definitivamente verdadeiro. Ele odeia Jesus, então ele naturalmente odeia os homens que são escolhidos por Deus para serem configurados a Cristo de uma maneira especial através da ordenação. Todos os padres têm uma marca indelével da configuração a Cristo em suas almas, e o diabo odeia este sinal de Deus no mundo. Assim como ele odeia a marca de batismo em todas as nossas almas.

Mas há um padre que o diabo odeia mais do que qualquer coisa. É o homem que lidera a Igreja, o Vigário de Cristo na terra. O diabo odeia o Papa.

Santo Ambrósio de Milão escreveu certa vez: “Onde está Pedro, aí está a Igreja”. É o ministério petrino que continua a tornar possível a existência da Igreja através da história, e o Papa oferece isso principalmente por ser um ponto de união na Igreja.

Em nosso entendimento humano comum, podemos apenas ver o Papa como o topo da hierarquia, o presidente ou CEO da Igreja Católica, o chefe. O homem que tem todo o poder. Mas esta visão humana da hierarquia é manchada por nossa ambição. Vemos o poder de uma forma diferente do que o Deus que se encarnou no ventre de uma humilde mulher.

Eu gosto de pensar no Papa como o centro de um passeio playground, o carrossel. Que emocionante girar naquele círculo de metal quando se é criança.

O Papa é como o pino central do carrossel, mantendo-nos todos juntos. O Papa é um sinal e um dos meios de nossa unidade dentro de uma Igreja.

Sem dúvida, alguns vão me acusar de papolatria. Mas eu não acho que o Papa precisa ser perfeito para ser um sinal de unidade. Pedro com certeza não era. Eu nem acho que o Papa tem de ser uma boa pessoa. Basta olhar para o pontificado de Bento IX  no século 11. Se qualquer um dos papas modernos faz você se contorcer, tente viver quando um Papa tentou vender o papado e foi acusado de estupro e imoralidade. Ou Alexandre VI, que era pai de vários filhos e foi acusado de incesto. É verdadeiramente milagroso que nossa Igreja tenha sobrevivido apesar destes homens, mas também precisamente por causa de seu ofício sagrado.

E, ainda, apesar das falhas dos papas individuais, o papado continua a ser o guardião da verdade e o símbolo da unidade em nossa Igreja. Há muito a ser dito sobre o “culto da personalidade” que eleva o papado para além do seu papel teológico destinado na Igreja. Mas, independentemente das discussões teóricas e práticas, o papel unificador do Papa permanece e vai perdurar através dos tempos.

E por causa de um dos papéis centrais do Papa ser a unificação, ele é o ponto central para o ódio do diabo. O diabo ama divisão. A etimologia da palavra diabo significa “que desune”. O diabo adora quando os cristãos estão divididos.

Então, naturalmente, o diabo quer derrubar o papado no que for possível; se é de dentro, de fora, através das próprias fraquezas do Papa, por meio da violência, ou por meio de mentiras, equívocos e confusão. A caixa de ferramentas do diabo é interminável.

Mas Deus protege a sua Igreja, e Ele continua a proteger o papado de ataques do diabo.

Vamos orar para o Papa.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
DemônioIgrejaPapa
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Brasileira Simone Barreto Silva é vítima de ataque terrorista na catedral de Nice
Reportagem local
Brasileira é vítima no ataque terrorista na c...
Reportagem local
França: atentado na basílica de Notre Dame em...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Pe. Robson de Oliveira
Francisco Vêneto
Defesa desmente Fantástico, da TV Globo, em n...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia