Aleteia
Terça-feira 20 Outubro |
São Cornélio
Religião

Como surgiram os seminários?

© MASSIMILIANO MIGLIORATO/CPP

May 12, 2014: Pope Francis greets priests during a special audience with members of religious colleges in Paul VI hall at the Vatican.

Aleteia Brasil - publicado em 12/07/16

A verdadeira reforma da Igreja deve partir sempre de dentro

No dia 15 de julho de 1563, os bispos reunidos no Concílio de Trento (1545-1563) aprovaram por unanimidade o decreto “Cum Adolescentium Aetas“, que recomendava a criação de seminários em cada diocese.

A medida, de grande relevância na época, dotava a Igreja de um instrumento para o cuidado das vocações ao sacerdócio ordenado, ainda hoje um elemento fundamental e imprescindível. Parece útil, portanto, reviver os acontecimentos e os personagens que determinaram o nascimento dos seminários, na certeza de que a reflexão sobre o nosso passado oferece subsídios importantes para a Igreja de hoje.

Sem exagero, pode-se afirmar com segurança que o Concílio de Trento representou uma das viradas mais importantes na história da Igreja moderna, porque, recolhendo e canalizando os impulsos positivos provenientes de vários setores do mundo católico de uma forma concreta e sistemática, apesar das numerosas dificuldades e inconvenientes, passou-se a aspirar a uma reforma da Igreja e a uma renovação geral, o que acabou ativando uma sucessiva e gradual formação de um modelo eclesial destinado a perdurar nos séculos. Mas a nenhum sujeito eclesial mais do que ao clero foi dirigida a urgência reformadora dos padres tridentinos. Esta peculiar atenção respondia a uma convicção – que era também uma esperança – particularmente difundida: uma virada moral e espiritual para toda a Igreja só seria realmente possível a partir de uma mudança radical que, antes de tudo, investisse nos pastores do rebanho, isto é, nos bispos e nos sacerdotes.

Como observou sobre a revolução protestante o grande historiador Hubert Jedin, “a crise do cisma foi, em última análise, a crise da formação sacerdotal”. Ao instituir os seminários, o Concílio de Trento deu à Igreja um importante legado que não é uma relíquia do passado. O Concílio Vaticano II reafirmou a sua necessidade, como um lugar onde “toda a educação dos alunos deve ter o objetivo de formar verdadeiros pastores de almas, seguindo o exemplo de nosso Senhor Jesus Cristo, Mestre, Sacerdote e Pastor”.

Passados já 450 anos, o seminário aparece ainda como um instrumento indispensável no cuidado e na promoção das vocações ao sacerdócio. Desde então, como é natural, ocorreram muitas mudanças tanto na sociedade quanto na família e na Igreja. A Igreja, em particular, percorreu um longo caminho em que teve de se atualizar várias vezes, mantendo, no entanto, a fidelidade ao coração de Cristo. Os modelos de formação ao sacerdócio também precisaram ouvir as exigências dos contextos em contínua mudança – e semelhante caminho deverá ser constantemente percorrido. Isto é verdadeiro também para o nosso tempo, marcado pela grande rapidez de mudanças culturais, sociais e antropológicas.

Se é verdade que o seminário continua a ser uma estrutura e um recurso essencial para a vida da Igreja, é também verdade que a reflexão sobre os velhos e novos problemas de formação sacerdotal – em particular, a disciplina interna e as formas de interação entre o seminário e a vida diocesana e civil – é e continuará a ser necessária e urgente, no consciência de que a verdadeira reforma da Igreja deve partir sempre de dentro: dos sacerdotes e dos consagrados; por isso mesmo, também daqueles que, nos seminários, se preparam para estar “à altura dos tempos”.

___________
A partir de texto de Vincenzo Bertolone, em L’Osservatore Romano

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
História da IgrejaIgrejaVocação
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Ellen Mady
Para Jesus não existe novena melhor do que es...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
ícone São Lucas Nossa Senhora Jesus médico
Reportagem local
Oração a São Lucas, evangelista e médico, pel...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
JENNIFER CHRISTIE
Jennifer Christie
Fui estuprada numa viagem a trabalho - e meu ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia