Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco
Atualidade

O ano de 2016 foi mais 'sangrento' para jornalistas afegãos

AFP

<p>Soldados afegãos em Cabul</p>

Agências de Notícias - publicado em 12/07/16

Esse ano foi o mais violento registrado pela mídia afegã, com dez jornalistas mortos nos seis primeiros meses de acordo com novo relatório de um comitê nacional.

O Comitê de Segurança dos Jornalistas Afegãos (AJSC, em inglês), que divulgou na segunda-feira (12) suas conclusões de janeiro a junho, recorda os 54 incidentes de violência contra jornalistas afegãos, um aumento de 38% em relação ao mesmo período do ano passado.

O relatório afirma que os incidentes incluem assassinatos, prisões, intimidações e ataques, com a maioria sendo realizados por “pessoas ligadas ao governo”, ainda que isso não tenha sido confirmado.

Também foi notado que o número de casos envolvendo talibãs aumentou quando comparado aos anos anteriores. O relatório aponta que o governo foi responsável por 21 casos e os talibãs por 16 dos 54 incidentes conhecidos ao longo de 2016.

Em janeiro, sete funcionários do popular canal de televisão Tolo foram mortos em um atentado suicida com bomba realizado por um talibã, que foi revelado pelo grupo como uma vingança pelos jornalistas “fazerem propaganda” contra eles.

O AJSC também afirmou que as jornalistas mulheres enfrentam grandes desafios, com os números decaindo apesar da piora na situação de segurança do país.

“Atualmente, a presença das mulheres na mídia é largamente limitada às áreas urbanas”, disse o relatório. “As mulheres têm mantido papéis mais fracos de liderança e em seções de notícias, destacando um revés na presença e no crescimento qualitativo das mulheres nos meios de comunicação”.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
São Padre Pio de Pietrelcina
Oração de cura e libertação indicada pelo exo...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia