Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Atualidade

Vinte anos após a ovelha Dolly, a clonagem ainda ameaça animais e humanos

Aleteia Brasil - publicado em 12/07/16

Clonar animais é uma loteria científica - e uma loteria que destrói vidas

Embora a notícia tenha demorado mais de 7 meses para ser divulgada ao público, foi em julho de 1996 que veio ao mundo o primeiro mamífero clonado com células adultas. A “criação” da ovelha Dolly mediante clonagem está agora completando 20 anos e representou um grande marco na história da ciência – no entanto, não há motivos para comemorar.

Dolly foi condenada a terríveis problemas de saúde e sofreu com sobrepeso, artrite prematura e câncer de pulmão. Seu sofrimento só acabou porque a ovelha teve a sua morte induzida aos 6 anos de idade – o que representa a metade da expectativa de vida de uma ovelha normal. O sistema imunológico dos animais clonados é extremamente frágil, o que os leva a sofrer de insuficiência cardíaca, dificuldades respiratórias e problemas musculares.

Se as doenças e a morte prematura são condições associadas ao animal clonado, não é menos cruel o destino da fêmea escolhida para gestar o embrião clonado. O processo já começa com uma cirurgia invasiva e estressante. A gestação antinatural causa sofrimento à fêmea durante toda a sua duração, já que os animais clonados costumam ser mais pesados e desproporcionais em relação ao útero. As chances de nascimento também são poucas, com altíssimos níveis de mortalidade. A própria Dolly, por exemplo, só nasceu depois de 277 tentativas fracassadas, que resultaram em filhotes natimortos.

Outro grave problema ligado à clonagem animal são os seus propósitos, já que a aplicação dessa técnica na indústria agropecuária serve apenas para intensificar a exploração econômica dos animais envolvidos – com todo o sofrimento igualmente envolvido. Milhares de milhões de animais sofrem mutilações, castrações, doenças e abusos físicos diários para encontrarem o seu fim no matadouro – e usar técnicas científicas para explorar ainda mais esses animais e levá-los ao limite físico a fim de aumentar a produção potencializa os graves questionamentos morais em torno a tais práticas.

Ian Wilmut, um dos responsáveis pela “criação” de Dolly, declarou à revista Time: “Ainda que você use sempre o mesmo método, alguns clones podem nascer com sérias anormalidades e outros com deficiências menores”. Depois de muitos anos e de muitos animais mortos, o método pouco avançou e o preço a pagar continua exorbitante.

Clonar animais é uma loteria científica – e uma loteria que envolve (e destrói) vidas. Não se trata sequer de um processo voltado a resolver problemas médicos objetivos e com alta probabilidade de sucesso. Trata-se, basicamente, de testar teorias.

Os pesquisadores mais diretamente interessados no avanço da medicina e no respeito à ética médica e antropológica estão desenvolvendo novos métodos que usam tecidos e células humanas adultas em técnicas muito mais eficazes do que a exploração animal.

Se já é condenável a exploração de animais e a sua submissão a torturas a fim de testar teorias, o que dizer dos devaneios que pretendem fazer a mesma coisa com seres humanos?

__________

A partir de artigo do portal ANDA

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
AbortoAnimaisCiênciamoral
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
CHILE
Reportagem local
Duas igrejas são incendiadas durante protesto...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia