Aleteia
Quinta-feira 22 Outubro |
São Moderano
Religião

Papa Francisco adverte sobre risco de não se ter tempo para escutar

Vatican News - publicado em 19/07/16

‘Tu, marido, tens tempo para escutar a tua mulher? E tu, mulher, tens tempo para escutar o teu marido? Vós, pais, tendes tempo..."

O Papa Francisco falou sobre a tragédia de Nice no Angelus celebrado na Praça de São Pedro nesse domingo.

“Nos nossos corações é viva a dor pela tragédia que na noite de quinta-feira passada, em Nice, ceifou tantas vidas inocentes, e mesmo tantas crianças. Estou próximo a cada família e à inteira nação francesa em luto. Deus, Pai bom, acolha todas as vítimas na sua paz, apoie os feridos e conforte os familiares; Ele afaste cada projeto de terror e de morte, para que nenhum homem ouse versar o sangue do irmão. Um abraço fraterno e paterno a todos os habitantes de Nice e a toda a nação francesa.”

Comentando a passagem evangélica de Marta e Maria, proposta pela liturgia dominical, o Papa Francisco convidou os fiéis a construírem um mundo mais fraterno baseado no acolhimento e não na marginalização e na exclusão.

As duas irmãs que acolhem em casa Jesus recordam-nos que a hospitalidade é “uma virtude humana e cristã”. Uma virtude que, no entanto, “no mundo de hoje arrisca de ser negligenciada” – afirmou o Santo Padre.

Francisco recordou que hoje apesar da existência de muitas “instituições que tratam muitas formas de doença, de solidão, de marginalização”, diminuiu a probabilidade de escuta de quem é “estrangeiro, refugiado, migrante”. No meio de tantos problemas – disse o Papa – “não temos tempo para escutar”.

“E eu gostaria de vos fazer uma pergunta e cada um de vós responda no seu próprio coração: ‘Tu marido tens tempo para escutar a tua mulher? E tu, mulher, tens tempo para escutar o teu marido? Vós pais tendes tempo para perder, para escutar os vossos filhos, os vossos avós, os vossos idosos?”

Nesta passagem evangélica – segundo o Santo Padre – é importante sublinhar que Marta, tomada pelas coisas que tinha que preparar “arrisca-se a esquecer a coisa mais importante, ou seja, a presença do convidado, que era Jesus neste caso”. Escutar é, portanto, uma palavra-chave que não devemos esquecer – afirmou o Papa que terminou o Angelus com a oração a Maria:

“A Virgem Maria, Mãe da escuta e do serviço cuidadoso, nos ensine a ser acolhedores e hospitaleiros com os nossos irmãos e as nossas irmãs”.

Telefonema

Ainda no domingo, o Papa Francisco telefonou para o presidente da Câmara de Nice, Christian Estrosi, para expressar os seus sentimentos pelo atentado terrorista, perpetrado na última quinta-feira dia 14, em que morreram 84 pessoas. Entre os mais de 200 feridos, 52 permanecem em estado crítico.

O Papa perguntou espontaneamente o que poderia fazer para ajudar os familiares das vítimas que encontrará o mais breve possível, no Vaticano, junto com alguns representantes da cidade e socorristas.

O presidente da associação de amizade França-Itália, Paolo Celi, foi quem fez o contacto entre Francisco e o presidente da Câmara de Nice. Esta associação de amizade entre estes dois países europeus foi fundada, em 2012, e envolve 420 mil italianos que residem na França e 4 milhões de franceses de origem italiana.

Segundo Celi, o Papa pediu desculpas por não falar bem o francês. “Um telefonema que dá grande conforto e era o que precisávamos para recomeçar”, disse Celi, segundo a agência Asca.

“Não escondo a minha emoção quando ao responder o telefonema ele me disse: ‘Sou o Papa Francisco!’ O Papa me pediu para transmitir a sua mensagem a todas as famílias envolvidas nesta tragédia, e a todos os habitantes de Nice. O Papa está perplexo com o que aconteceu e pede a todos para rezar pelas vítimas e também por ele a fim de que possa encontrar a força para realizar o seu trabalho. O Papa está connosco, ao nosso lado. Ele me pediu para levar o seu apoio a Christian Estrosi que participou da conversa”, sublinhou ainda Celi.

(Rádio Vaticano)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
AngelusFilhosmaridoMulherPapa FranciscoRelacionamentotempotragedia
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados "sinais do céu"?
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia