Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Alemanha adverte Turquia a não começar caça às bruxas durante estado de emergência

A chanceler alemão, Angela Merkel (e), conversa com os presidentes da Ucrânia, Petro Poroshenko (c), e da Rússia, Vladimir Putin, em Benouville, na França, em 6 de junho de 2014.

Compartilhar

O ministro das Relações Exteriores alemão, Frank-Walter Steinmeier, pediu nesta quinta-feira à Turquia que não comece uma caça às bruxas contra os opositores políticos, um dia após o presidente Recep Tayyip Erdogan decretar estado de emergência.

É “essencial que o estado de emergência esteja limitado a uma duração necessária” ao fim da qual precisa ser levantado imediatamente, indicou em um comunicado o chefe da diplomacia alemã.

Steinmeier convocou Ancara a respeitar os princípios do “Estado de direito” e a manter “a medida justa das coisas” na aplicação deste regime de exceção.

“A tentativa de golpe deixa marcas profundas na política e na sociedade turca”, prosseguiu Steinmeier.

“Apenas o envolvimento em atos penalmente repreensíveis pode ser alvo de medidas de Estado, não a suposta opinião política”, insistiu.

O presidente Erdogan, que multiplicou as detenções e as suspensões desde a tentativa de golpe de sexta-feira, anunciou na quarta-feira a instauração do estado de emergência na Turquia por três meses.

(AFP)