Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Pokémons no Vaticano

© Antoine Mekary / ALETEIA
Compartilhar

A Praça de São Pedro é um “pokestop” no jogo de realidade aumentada

Parece que nem mesmo a Colunata de Bernini ou a Basílica de São Pedro são suficientes para algumas pessoas deixarem seus celulares de lado por alguns minutos: o Vaticano acaba por ser um destino popular para ir jogar PokémonGo.

A febre PokémonGo afeta todos, independentemente se você está jogando ou não. Este jogo de realidade aumentada tornou-se uma estrela mundial em apenas algumas semanas. A tendência esperada (dado o sistema GPS no qual funciona o aplicativo) também atingiu o Vaticano, onde, dizem os rumores entre os círculos de jogadores, pode-se conseguir “Arceus”, o “deus Pokémon”.

De acordo com os jogadores, qualquer hora do dia é perfeita para caça de Pokémons, mesmo que isso signifique ter de competir com centenas de turistas por um pequeno espaço para caminhar. Aparentemente, na Praça de São Pedro existem vários lugares para encontrar essas “criaturas”, incluindo a janela onde o Papa reza o Angelus ou as fontes da Praça de São Pedro.